Pular para o conteúdo principal

Vendas no comércio caem 0,1% em outubro e puxam terceiro mês seguido de queda

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O comércio varejista tem vivido momentos difíceis em 2021. O volume de vendas acumula no trimestre encerrado em outubro uma perda de 1,8%. Ao isolar apenas o mês de outubro, a queda foi de 0,01% em relação a setembro.

Ao se comparar as vendas de outubro deste ano com o mesmo período de 2020, a situação ganha contornos mais graves: o setor varejista caiu 7,1%, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano e em 12 meses, o comércio varejista apresenta altas de 2,6%.

LEIA TAMBÉM:
- Florianópolis segue com a cesta básica mais cara do Brasil
- Reforma da Previdência de Bolsonaro reduz benefícios drasticamente

Agosto: -4,1; Setembro: -1,1; Outubro: -0,1

Das oito atividades pesquisadas, cinco tiveram queda no volume de vendas: livros, jornais, revistas e papelaria (-1,1%), móveis e eletrodomésticos (-0,5%), combustíveis e lubrificantes (-0,3%), supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,3%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-0,1%).

Em relação a 2020, todas os segmentos pesquisados tiveram queda. De acordo com o IBGE, a inflação teve um impacto importante na formação do panorama atual:  "A inflação continua exercendo impacto nos indicadores, uma vez que a variação de receita nominal de vendas do varejo é positiva, na passagem de setembro para outubro, em 0,7%".

Acesse o material completo do IBGE clicando aqui.