Pular para o conteúdo principal

Valores a receber do Banco Central: saldo não aparece na primeira consulta, entenda o motivo

Imagem
Arquivo de Imagem
Valores a receber

Com todos os golpes que circulam pela internet, por Whatsapp, e-mail e também por links em redes sociais, nada mais natural que o Banco Central alterasse o sistema de consulta dos valores a receber para evitar que os usuários fossem abordados por golpistas.

No sistema que está disponível desde segunda-feira (14), e que pode ser acessado aqui, o usuário deverá informar seu CPF e a data de nascimento.

LEIA TAMBÉM:
- Valores a receber do Banco Central: Aposentados e pensionistas do INSS podem receber dinheiro de crédito consignado
- Valores a receber: Herdeiros também terão direito ao dinheiro de contas perdidas?
- Valores a receber: Site do Banco Central já está disponível para consultar dinheiro perdido. Acesse aqui!

Arquivo de Imagem

Se a consulta for para as contas de pessoa jurídica, deverá ser informado nos campos correspondentes o CNPJ e a data de abertura da empresa.

Arquivo de Imagem

Se constarem valores a serem resgatados, o saldo NÃO SERÁ INFORMADO nesta primeira consulta, o que é vital para que outras pessoas mal intencionadas não utilizem dados de terceiros para depois enviarem links maliciosos.

Caso tenha dinheiro para resgatar logo após a esta primeira consulta, você receberá a data e o período para solicitar o saldo. Confira o período de agendamento:

E não esqueça! Para o resgate será preciso ter cadastro no site Gov.br com os níveis de segurança necessários. Confira aqui nesta matéria do Reconta Aí como fazer.

Atenção para os alertas do Banco Central

  • O único site para consulta e solicitação desses valores é aqui (valoresareceber.bcb.gov.br).
  • O Banco Central NÃO envia links NEM entra em contato com você para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais.
  • NINGUÉM está autorizado a entrar em contato com você em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.
  • Portanto, NUNCA clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.
  • NÃO faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. É golpe!