Pular para o conteúdo principal

Valores a receber do Banco Central: Nascidos antes de 1968 já podem resgatar o dinheiro

Imagem
Arquivo de Imagem
valores a receber

O Banco Central inicia nesta segunda-feira (7) o calendário de resgate dos valores esquecidos de "contas perdidas" em instituições financeiras. Cerca de 25,9 milhões de pessoas físicas e 253 mil empresas descobriram que possuem recursos a receber.

De acordo com o BC, nesta primeira etapa serão contemplados os brasileiros (ou empresas) que nasceram antes do ano 1968. Para eles, será possível consultar o valor disponível para saque e solicitar o resgate. Esse grupo tem entre os dias 7 e 11 de março para agendar o saque do dinheiro.

ATENÇÃO! O resgate do dinheiro segue o calendário abaixo:

Passo a passo para resgatar o dinheiro

Passo 1: Acessar o site valoresareceber.bcb.gov.br na data e no período de saque informado na sua primeira consulta. Caso tenha esquecido a data, realize a consulta novamente.

Passo 2: Em seguida, faça login com a conta Gov.br e aceite os termos de responsabilidade. Para quem ainda não possui o cadastro com os níveis de segurança exigidos (ouro ou prata), acesse aqui e veja o passo a passo de como realizar o cadastro.

Passo 3: Na próxima tela, verifique o valor disponível para receber, a instituição que deve devolver o dinheiro e a origem (tipo) do recurso. Nesta etapa o sistema irá informar somente a existência de valores a receber, sem dar detalhes.

Passo 4: Após verificar o valor a receber, o sistema irá apresentar duas opções para resgate do recurso. São elas:

"Solicitar por aqui", para devolução do valor via PIX em até 12 dias úteis. Ao escolher essa opção, o cidadão deverá selecionar uma das chaves PIX e informar os dados pessoais. Em seguida será informado um número de protocolo que deve ser guardado, caso você precise entrar em contato com a instituição financeira.

"Solicitar via instituição", para caso a instituição financeira não ofereça a devolução por PIX. Neste caso o cidadão deve entrar em contato pelo telefone ou e-mail para combinar com a instituição a forma de retirada dos recursos. Os canais de atendimento da instituição podem ser verificados na tela inicial (onde estão as informações dos valores a receber). É só clicar no nome da instituição.

LEIA TAMBÉM:
Valores a receber: Banco Central alerta para você não cair em golpes
Gov BR: Veja como se cadastrar para ter acesso a vários serviços públicos pelo celular
Não tem valores a receber do Banco Central? Saiba que ainda é possível realizar uma nova consulta

Fiz a consulta, mas não tenho valores a receber. E agora?

Entrou no site do Banco Central (clicando aqui) para consultar os valores a receber de contas perdidas e deu de cara com a mensagem "atualmente você não tem valores a receber"? Saiba que ainda existe uma nova chance. Isso porque o Banco Central dividiu a consulta em duas etapas.

Assim, quem não tem valores a receber nessa primeira etapa que iniciou dia 14 de fevereiro, poderá realizar uma nova consulta a partir do dia 2 de maio, quando inicia a segunda etapa de liberações.

primeira etapa é para pessoas físicas e jurídicas reaverem o dinheiro esquecido em contas correntes ou poupança que foram encerradas com saldo disponível.

Além disso, serão devolvidas:

- tarifas e parcelas de operações de crédito que foram cobradas indevidamente;
- cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; e
- recursos não procurados de consórcio encerrados.

Já na segunda etapa, o Banco Central prevê liberações de valores de tarifas e parcelas cobradas indevidamente em operações de crédito, como empréstimos e financiamentos. Também devem entrar valores de contas de corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários, finalizadas com saldo.