Pular para o conteúdo principal

Vacina no braço, comida no prato: confira imagens do protesto #600ContraFome

Imagem
Arquivo de Imagem

Com o intuito de não promover aglomerações, o protesto #600ContraFome reuniu nesta quarta-feira (26) lideranças sindicais e de movimentos sociais em Brasília.

Líderes de movimentos sociais, além dos presidentes das centrais sindicais estiveram hoje (26) em Brasília. O motivo foi duplo: o protesto #600ContraFome e a entrega da Agenda Legislativa das Centrais Sindicais ao Congresso Nacional.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

O ato começou logo cedo com a entrega de três toneladas de alimentos, colhidas pelo MST e Contag para a cooperativa de catadores do Distrito Federal (DF). Durante todo o dia, os líderes falaram contra a carestia do custo de vida dos trabalhadores, o ritmo lento de vacinação e também sobre os projetos antipovo votados pelo Congresso.

Imagens do ato #600ContraFome

A assessoria de imprensa da CUT cedeu as imagens de Drone de Jean Maciel para a imprensa. Confira!

#600ContraFome
Vacina no braço e comida no prato é o mote do protesto

Distanciamento social foi orientado pelas centrais sindicais e movimentos sociais
O protesto pediu a volta do Auxílio Emergencial de R$600

Agenda Legislativa

Além do protesto, foi entregue nesta manhã ao vice-presidente da Câmara Federal, deputado Marcelo Ramos (AM-PL), como parte do ato #600ContraFome ,a primeira Agenda Legislativa das Centrais Sindicais. O documento traz o posicionamento (e propostas) referentes a 23 projetos que tramitam na Câmara dos Deputados e no Senado e que afetam diretamente os trabalhadores.

Assinam o documento CUT, CSB, NCST, Força Sindical, UGT, CTB , Publica Central do Servidor, CGTB, Intersindical e CSP Conlutas.