O Festival Internacional de Cultura da Periferia Favela Sound acontece em Brasília até o dia 17 de novembro com entrada gratuita.

Favela Sound acontecerá de 11 à 17 de novembro em Brasília.

Nascido em Brasília para divulgar a cultura e a música das favelas do Brasil e do mundo, o Favela Sounds foi sucesso desde a sua criação. A primeira edição do festival aconteceu no Distrito Federal, em 2016, e apresentou ao público nomes como Baiana System e Rincon Sapiência.

Nesse ano, o festival – que está em sua quarta edição – está mais internacional do que nunca. Não só serão apresentadas atrações estrangeiras, mas também colocará uma “lente de aumento” na música brasileira e a levará para o mundo. Dos cinco dias de festival, dois terão shows e três contarão com uma intensa programação cultural.

Com quatro dias de atividades, as oficinas de debates começaram no dia 11 e são voltadas para quatro regiões administrativas do Distrito Federal.

Já os shows acontecem no Estádio Nacional Mané Garrincha entre os dias 16 e 17 de novembro. Os ingressos podem ser adquiridos aqui e são gratuitos.

Confira:

// 16 DE NOVEMBRO – SÁBADO //

Abertura dos portões: 16h

  • AFOXÉ OGUM PÁ (DF)
  • DORALYCE (PE)
  • PAULO AMARO (DF)
  • MAJUR (BA)
  • ALT NISS (SP)
  • GATO PRETO (MOÇAMBIQUE/ALEMANHA)
  • ENME PAIXÃO (MA)
  • TÁSSIA REIS (SP)
  • DJ BYANO (RJ)
  • SHEVCHENKO & ELLOCO (PE)
  • TYRONE (DF
// 17 DE NOVEMBRO – DOMINGO //

Abertura dos portões: 17h

  • 7 NA RODA (DF)
  • PRETHAIS (DF)
  • TUYO (PR)
  • DJAM NEGUIN (CABO VERDE)
  • VANDAL (BA)
  • TRAP FUNK & ALÍVIO (BA)
  • A DAMA DO PAGODE (BA)
  • DJ DONNA (DF)
  • BLACK ALIEN (RJ)
  • IASMIN TURBININHA (RJ)

O evento conta ainda com oficinas em espaços culturais independentes, debates em escolas públicas e atividades culturais no Sistema Socioeducativo do DF. Os números do Favela Sound são grandiosos, assim como os talentos que se apresentarão:

  • 56 atrações culturais;
  • 59 horas de música no palco;
  • 12 oficinas de iniciação profissional;
  • 14 debates em escolas públicas;
  • 1 Slam;
  • 8 atividades no sistema socioeducativo do DF;
  • 800 empregos diretos e indiretos gerados;
  • 20 ônibus fretados para trazer a periferia para o centro;
  • 70 mil pessoas como público esperado.

Confira um pouco da primeira edição no vídeo abaixo.

De hoje, 23, até o dia 25, a cantora Patrícia Bastos estará na Caixa Cultural Fortaleza apresentando seu repertório e a ginga amazônica para o público nordestino.

Patrícia Bastos em fotos do seu álbum “Batom Bacaba”.
Artista premiada que leva ao mundo a sonoridade amazônica e as belezas de Macapá.

Patrícia Bastos foi ganhadora dos Prêmio da Música Brasileira nas categorias Melhor Cantora em 2014 e Melhor Álbum em 2017. Além disso, recebeu indicação como Melhor Cantora Regional no Grammy Latino de 2017

Na capital do Ceará ela apresentará seu disco “Batom Bacaba”, seu último álbum gravado, que reflete os ritmos da Amazônia. O jeito do Norte é garantido pela estética que inclui marabaixo, zouk, batuque, cassicó, cantos indígenas, tambores e o eletrônico.

As letras falam do amor contemporâneo e fazem divagar pelas paisagens apresentadas. A macapaense tem sangue de artista correndo em suas veias e conviveu com a arte desde cedo em sua casa. Abandonou sua formação em Administração para dedicar-se integralmente à música.

A Caixa Cultural abre espaço para a cantora consagrada e fomenta a arte fora do eixo Rio-São Paulo, abrindo intercâmbios que fazem crescer a cultura brasileira.

Data: 23/08/2019 a 25/08/2019

Data: 23/08/2019 a 25/08/2019
Horário: sexta-feira e sábado às 20h | domingo, às 19h
Horário da Bilheteria: Informações (85) 3453-2770
Local: Teatro – Caixa Cultural Fortaleza
Entrada: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo 
Valor do Ingresso: R$30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia) 

Atualiza Aí


Saques da parcela excedente do FGTS começam em 20 de dezembro

O trabalhador que tinha até R$ 998 na conta do FGTS e já sacou os R$ 500, pode retirar o restante a partir da próxima sexta-feira (20).

O Seridó invade a Caixa Cultural Rio de Janeiro

O sertão do Rio Grande do Norte, Seridó, com suas arengas e amores, é tema de peça na Caixa Cultural da capital carioca.

Documentário “Precisão” denuncia trabalho escravo

Parceria entre a Organização Internacional do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho revela ao mundo o trabalho escravo no Brasil de hoje.

Multimídia


Desastres Ambientais: Brasil 2019 – Brumadinho, crime ou tragédia?

Desastres Ambientais: Brasil 2019 é uma websérie com Suely Vaz, ex-presidente do IBAMA, que faz um balanço dos principais desastres ecológicos do ano. No segundo episódio, ela fala sobre o desastre de Brumadinho.

Desastres Ambientais: Brasil 2019

Desastres Ambientais: Brasil 2019 é uma webserie com Suely Vaz, ex-presidente do IBAMA, que faz um balanço dos principais desastres ecológicos do ano.

Lotex é vendida a consórcio ítalo-americano por valor mínimo

Concessão foi arrematada por consórcio ítalo-americano por valor mínimo. Dinheiro arrecadado era investido em esporte, cultura, saúde e segurança.