A ‘Japonização’ da economia refere-se ao 失われた20年, Ushinawareta Nijūnen. Não entendeu? A gente reconta!

A Japonização da economia tem a ver principalmente com o monstro da deflação.
Como uma crise econômica, o Godzilla destró setores produtivos inteiros de um país.

O Japão, assim como o Brasil e outros países, viveu um verdadeiro Milagre Econômico. Só que, por lá, esse milagre começou por volta da década de 1950 e acabou na década de 1990.

A partir daí, teve início o que foi chamado Ushinawareta Nijūnen no Japão, período que, no resto do mundo, ficou conhecido como as décadas perdidas. Ele começou por volta de 1980, quando os bancos japoneses expandiram suas linhas de crédito e o valor dos financiamentos. O problema é que eles não se preocuparam o suficiente com a capacidade de pagamento dos tomadores de empréstimo.

Aí o Godzilla apareceu…

Na verdade, não. Mas na década de 1980, o grande nível de créditos fez com que a inflação crescesse e, para diminuí-la, o Banco do Japão aumentou muito a taxa dos empréstimos intrabancos. Isso ocasionou a quebra do mercado japonês, ou a explosão da bolha.

A partir daí, o governo japonês teve que socorrer bancos, seguradoras e seu sistema financeiro como um todo. A forma com que isso ocorreu levou ao período das décadas perdidas cujo início foi 1990.

O Japão não se desindustrializou durante as décadas perdidas, mas perdeu espaço para os produtos dos Tigres Asiáticos, principalmente para a Coréia do Sul.

Os efeitos foram a deflação, ou seja, os preços ao consumidor caíam ano após ano; estagnação do crescimento do Produto Interno Bruto, o PIB; os salários sem aumento real ao longo do tempo; queda do PIB per capita, ou por pessoa, indicando empobrecimento da população e diminuição da sua economia perante o mundo.

A ‘Japonização’ significa, em termos econômicos que existe um risco de o mundo crescer muito pouco.

Porém, apesar do Japão crescer pouco há muito tempo, desde a década de 1990, a taxa de desemprego é bem baixa.

Além disso, a economia japonesa é a terceira maior do mundo (só recentemente foi ultrapassada pela economia chinesa). E mantém um dinamismo tecnológico invejável.

Japonização europeia?

A diminuição do ritmo de crescimento das economias emergentes e também das economias centrais de Estados Unidos e China mostram que o mundo todo pode sofrer com a crise.

E assim como com o Godzilla, a conversa e os acordos são fundamentais para sair das crises econômicas.

Só resta esperar que o monstro da estagnação do crescimento não piore o cenário mundial da economia.

Atualiza Aí


Documento aponta diretrizes para uma reforma administrativa democrática

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público se posicionou hoje (15) em relação à reforma administrativa proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Decreto inclui Casa da Moeda no programa de privatizações

A edição desta terça-feira (15) do DOU traz um decreto assinado por Bolsonaro que inclui a Casa da Moeda do Brasil no programa de privatizações.

Vozes Silenciadas na cobertura da Reforma da Previdência – Podcast #EP10

O EP10 aborda a cobertura da mídia durante o processo da Reforma da Previdência e como as opiniões contrárias foram silenciadas neste debate.

Multimídia


Flávio Dino ressalta a necessidade de uma reforma tributária

Flávio Dino (PCdoB/MA) esteve presente no lançamento da proposta de Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável que ocorreu ontem em Brasília.

Reforma tributária da oposição quer tornar mais justa a cobrança de impostos no País

O lançamento da Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável mostra que os partidos da oposição começaram a propor saídas para o Brasil.