São quase 12 mil bolsas de pesquisas cortadas em 2019 e nenhuma perspectiva do financiamento de novas pesquisas. Nesta segunda (02), o Ministério da Educação (MEC) anunciou o corte de 5.613 bolsas de mestrado e doutorado concedidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior(CAPES), uma das principais entidades públicas de fomento à pesquisa brasileira. 

E a destruição da produção de conhecimento científico no Brasil não é coincidência. A decisão é um plano do atual governo que, temos que admitir, tem pouco apreço por comprovações científicas. Vejam, por exemplo, o apoio maciço dos terraplanistas.

via Gfycat

Durante o primeiro ano de nova gestão do governo federal, R$ 819 milhões que seriam destinados à Capes foram congelados. Para o ano que vem, o dinheiro destinado à entidade será reduzido pela metade: R$ 2,2 bilhões contra os atuais R$ 4,25 bilhões. Ou seja, não existe perspectiva de melhora.

E não é só a Capes que vem sofrendo com os cortes orçamentários. O
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) deve perder 80 mil bolsas ainda neste mês de setembro. Ao que tudo indica, nem as súplicas do ministro Marcos Pontes (da Ciência, Tecnologia, Comunicações e Inovações) chegaram ao coração de Paulo Guedes.

Veja entrevista com o Professor Marcos Napolitano, da Universidade de São Paulo, sobre o boicote à ciência no Brasil.

A Greve Geral de 14 de Junho vai mobilizar muita gente, com certeza. Mas quer ver quem já se manifestou? Dá uma olhada nos principais tweets:

Leia também: Greve Geral: veja no mapa quem vai parar e os locais de manifestação pelo Brasil

  1. O próprio Bolsonaro (Tá bom, é um fake… mas foi engraçado, vai!)

2) O Agostinho Carrara! (Na verdade, o grande Pedro Cardoso)

3) O deputado Zeca Dirceu, aquele da que chamou o Paulo Guedes de tchutchuca.

4) O deputado Paulo Pimenta

5) O deputado José Guimarães…

6) E até a Raquel Schezarade (Ou será que foi a Rutinha?)

Atualiza Aí


Documento aponta diretrizes para uma reforma administrativa democrática

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público se posicionou hoje (15) em relação à reforma administrativa proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Decreto inclui Casa da Moeda no programa de privatizações

A edição desta terça-feira (15) do DOU traz um decreto assinado por Bolsonaro que inclui a Casa da Moeda do Brasil no programa de privatizações.

Vozes Silenciadas na cobertura da Reforma da Previdência – Podcast #EP10

O EP10 aborda a cobertura da mídia durante o processo da Reforma da Previdência e como as opiniões contrárias foram silenciadas neste debate.

Multimídia


Flávio Dino ressalta a necessidade de uma reforma tributária

Flávio Dino (PCdoB/MA) esteve presente no lançamento da proposta de Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável que ocorreu ontem em Brasília.

Reforma tributária da oposição quer tornar mais justa a cobrança de impostos no País

O lançamento da Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável mostra que os partidos da oposição começaram a propor saídas para o Brasil.