Desde 1960, quando o IBGE começou a medir a desigualdade social no Brasil, os índices econômicos não apresentavam uma realidade tão ruim para o país.

Desigualdade e pobreza mostram que a concentração de renda no Brasil cresce.
Foto: Agência Brasil

Em artigo publicado na Rede Brasil Atual nesta segunda, 30, o professor de economia da UNICAMP, Marcio Pochmann, afirma que o panorama atual do país é composto pelo decréscimo econômico, a desestruturação do mundo do trabalho e a elevação acelerada da pobreza.

Pochmann se apoia nos primeiros dados apurados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e  Estatística (IBGE) e faz uma comparação com os dias atuais. De acordo com os apontamentos inferidos pelo economista, a desigualdade econômica hoje cresce sete vezes mais rápido do que durante o período da ditadura civil-militar brasileira. 
Para apontar esse crescimento da desigualdade, Marcio Pochmann utiliza o índice de Gini. Gini foi um estatístico italiano que criou um cálculo para avaliar a desigualdade social. Nesse índice, o 0 representa a igualdade absoluta e o 1 representa a desigualdade máxima. 

O Relatório do Desenvolvimento de 2016 da ONU, mostra o Brasil como o 10° país na lista dos mais desiguais do mundo, com um índice de Gini de 0,515. Porém, com o acelerado aumento da desigualdade no Brasil, é possível que o país suba nessa lista. É preciso agir para que o abismo entre pobres e ricos não deteriore ainda mais a justiça social no Brasil. 

Acompanhe o artigo completo na Rede Brasil Atual.


Atualiza Aí


Caixa Cultural de São Paulo tem programação especial para o Carnaval

Oficina “Carnaval na Caixa – da história à confecção de adereços” acontece de 22 a 25 de fevereiro, às 9h30 e 14h30. A entrada é gratuita.

Carnaval: veja como fugir de golpes com seu cartão de crédito

Cuidado com o golpe! Muitas quadrilhas aproveitam as multidões e a distração dos foliões para trocar os cartões de crédito no momento dos pagamentos.

Tensões entre Guedes e Bolsonaro marcam começo de 2020

Como pano de fundo, houve divergências sobre o conteúdo e o ritmo de apresentação da agenda econômica do governo neste ano.

Multimídia


Entidades se reúnem em defesa do estatuto da Funcef

Entidades entregaram ao Conselho Deliberativo da Funcef uma petição com 21,7 mil assinaturas de aposentados de todo o País.

Sérgio Mendonça: o papel dos Bancos Públicos na economia

Economista Sérgio Mendonça participou do programa Crivelli Convida com o advogado Ericson Crivelli.