Pular para o conteúdo principal

Sindicato acata decisão da Justiça e suspende greve dos motoristas de ônibus de SP

Imagem
Arquivo de Imagem
Greve-de-motoristas--e-cobradores-de-ônibus.png

A greve dos motoristas e cobradores de ônibus na capital paulista foi suspensa na tarde desta quarta-feira (29). O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas) acatou decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região.

A audiência, que ocorreu nesta tarde, definiu reajuste salarial de 12,47%, que já havia sido acordado entre os trabalhadores e as empresas, e o retorno imediato dos trabalhadores ao serviço logo após o julgamento. O tribunal também autorizou o desconto de um dia referente a paralisação desta quarta. Em caso de descumprimento, o valor da nova multa será de R$ 100 mil por dia.

Embora tenha sido garantido tal reajuste sobre os salários e vale-refeição, o Sindmotoristas alega que o setor patronal ignorou os outros itens da pauta de reivindicações da categoria, como a hora de almoço remunerada, participação nos lucros e resultados, adequação de nomenclaturas e plano de carreiras do setor de manutenção.

O Tribunal Regional do Trabalho julgou, por 9 votos a 1, como abusiva a greve de cobradores e motoristas de ônibus, e aplicou multa de R$ 100 mil ao sindicato dos trabalhadores pelo descumprimento de liminar da Justiça nas paralisações do último dia 14 e desta quarta-feira (29). 

Com informações da Agência Brasil