Pular para o conteúdo principal

Seu auxílio emergencial foi negado? Conteste na Dataprev

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Quem teve o auxílio emergencial negado, agora tem mais uma ferramenta para a contestação do resultado: a Dataprev.

Ainda há tempo para pedir reanálise do Auxílio Emergencial.

Contudo, a contestação não é para todos os casos. O canal no site da Dataprev foi aberto especificamente para a atualização de dados cadastrais. Por exemplo: quando alguém era menor e completou 18 anos de idade durante a pandemia; para funcionários públicos que não prestam mais serviço ao Estado, e para quem ficou desempregado e não recebeu auxílio-desemprego ou o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Nos casos citados acima, não é possível fazer a contestação pelo canal da Caixa, o que levou a Dataprev a disponibilizar este mecanismo. Contudo, a Caixa ainda está recebendo pedidos de outras naturezas por meio do site e do aplicativo. No mesmo sentido, a Defensoria Pública da União é outro canal ainda aberto para fazer contestações das negativas do Auxílio Emergencial.

Como fazer a contestação pela Dataprev

Para contestar a negativa do auxílio emergencial pelo canal da Dataprev, basta entrar no site e preencher os dados pessoais. São pedidos nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF, nessa ordem. Depois de preenchidos os dados, aparecerá um botão escrito “contestação” que deve ser clicado para fazer a nova solicitação.

Dessa forma, será realizado um novo processamento de dados pela Dataprev. Eles serão enviados para serem validados pelo Ministério da Cidadania e depois disponibilizados para a Caixa, que realiza os pagamentos.

Caso o benefício continue negado, será possível verificar o motivo no portal de consultas. Lá haverá a explicação, inclusive legal, para a negativa da solicitação.

Atualmente, mais de 66,9 milhões receberam o auxílio emergencial e cerca de 438,5 mil solicitações estão esendo reanalisadas, de acordo com dados da Caixa auferidos no dia 3 de agosto.