Reconta Aí Atualiza Aí Reindustrialização é assunto para trabalhador

Reindustrialização é assunto para trabalhador

As duas maiores centrais sindicais do Brasil – CUT e Força Sindical – se unem para promover a reindustrialização do Brasil.

Para reverter o processo de desindustrialização do País e recuperar os postos de emprego da indústria, trabalhadoras e trabalhadores se unirão. As duas maiores centrais sindicais do País – CUT e Força Sindical, que representam cerca de 37,8 milhões de tratabalhadores – vão trabalhar juntas para isso.

Leia também
“Teremos uma juventude que vai envelhecer completamente desprotegida”

Para tanto, se inspiraram na IndustriALL – Global Union, uma rede mundial de solidariedade que luta por melhores condições de trabalho e direitos sindicais em 140 países.

Por aqui, o principal objetivo da IndustriALL Brasil será a recriação de indústrias e, consequentemente, os empregos formais de qualidade e com renda compatível.

Desindustrialização

O Brasil já teve o 8º maior parque industrial do mundo até 1980. Contudo, essa realidade mudou. De acordo com levantamento do Centro de Estudos de Desenvolvimento Econômico (CEDE) da Unicamp, a desindustrialização do Brasil é estrutural: há um processo contínuo de perda de importância desse setor na economia do Brasil.

Wilson Cano, um dos criadores do Instituto de Economia da Unicamp e falecido em abril deste ano, afirmou em entrevista que abertura do mercado brasileiro iniciada no governo Collor (1990-1992) foi a responsável por enfraquecer a indústria do País. Desde então, o processo segue em marcha.

Para o professor, a reindustrialização do Brasil passava pela necessidade de mudar políticas econômicas em nível federal. Controlar o câmbio, repensar tarifas de importação e reduzir a taxa de juros para que a indústria voltasse a ter relevância.

O emprego na indústria

Segundo a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), em 2019, enquanto a média salarial de um trabalhador com o ensino médio rea de R$ 2.073, na indústria, a média era de R$ 2.359.

Já para trabalhadores com ensino superior, os ganhos na indústria eram ainda maiores no mesmo período. A média nacional apontava um salário de R$ 5.676; na indústria, chegava a R$ 7.734. 

Reindustrialização e crescimento econômico

Buscando promover a reindustrialização do País com a retomada dos bons empregos e do crescimento econômico, os trabalhadores lançam o IndustriALL amanhã (17), às 11h, no canal da instutição e na Rede TVT.

O evento será aberto e pode ser acompanhado por todos que tiverem interesse. Curiosamente, ele acontecerá ao mesmo tempo em que a CNI fará o Encontro Nacional da Indústria, que também será online. Entretanto, o evento da bancada patronal não contará com tópicos relativos a emprego e renda, segundo a divulgação.

Imagem: divulgação IndustriALL-Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial