Pular para o conteúdo principal

Quem recebe seguro-desemprego pode pedir o auxílio emergencial?

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Isso depende da situação. Mas neste momento de pandemia, o auxílio emergencial se faz extremamente necessário. Então, veja se você pode solicitar o seu.

O desemprego no Brasil só vem aumentando e, nos primeiros três meses de 2020, chegou a 12,9 milhões de pessoas procurando uma oportunidade. Muitas dessas pessoas tinham carteira assinada e conseguiram o seguro-desemprego.

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta aí no Facebook.

Mas neste momento de pandemia do coronavírus, onde a renda das pessoas está despencando, o auxílio emergencial se faz extremamente necessário. É aí que surge a dúvida: é possível solicitar os R$ 600 recebendo o seguro-desemprego?

Para se cadastrar no site ou aplicativo do auxílio emergencial, o cidadão precisa estar dentro de uma série de pré-requisitos. Um deles é não estar recebendo o seguro-desemprego. Mas se o brasileiros só tem mais uma parcela para receber, então é possível pedir o auxílio de R$ 600.

Leia também:
WhatsApp do Reconta Aí: Desculpem a demora na resposta, mas a demanda é gigante!
Auxílio emergencial: Milhões de cadastros estão há um mês em análise pela Dataprev
– Seguro-desemprego: Saiba como solicitar o seu sem sair de casa

Isso só é possível depois do recebimento da última parcela do seguro. Então, no mês seguinte, o trabalhador pode dar entrada no auxílio emergencial. Ou seja, se a última parcela do seguro-desemprego foi paga em abril, o cidadão deve se cadastrar no auxílio somente em maio.

O seguro-desemprego não impede que outro integrante da família solicite o auxílio emergencial. A pessoa que solicita só precisa se enquadrar em todos os critérios.