Pular para o conteúdo principal

Quais são as deduções do imposto de renda em 2022?

Imagem
Arquivo de Imagem
simples nacional

A temporada de entrega da declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física 2022 vai até as 23h59 de 29 de abril. Mas na hora de preencher o documento é preciso pensar nas deduções que podem ser feitas. O primeiro passo é escolher o modelo de declaração. O contribuinte tem a opção da simplificada ou da completa.

Quem optar pela declaração simplificada terá um desconto de 20% na renda tributável. No entanto, o contribuinte perde todo o abatimento que ele teria com as deduções legais da declaração completa, inclusive os gastos com educação e saúde.

ATENÇÃO! O desconto de 20% é limitado a R$ 16.754,34.

Declaração de imposto de renda completa

O contribuinte que teve um gasto muito alto ao longo do ano de 2021 pode ser beneficiado com a declaração completa. Isso porque os valores gastos com dependentes, saúde, educação, previdência privada e doações são dedutíveis.

LEIA TAMBÉM:
Como declarar as reformas feitas no imóvel?
Como declarar ganhos com ação judicial
Entenda o que é a declaração pré-preenchida
Quais são os investimentos isentos do pagamento de imposto de renda?

No caso dos dependentes, o valor máximo a ser restituído é de R$ 2.275,08 por cada um. Vale lembrar que para declarar um dependente é preciso que ele tenha CPF. Essa é uma exigência da Receita Federal e se aplica a todas as idades, inclusive bebês.

As despesas com educação possuem uma dedução maior. É possível declarar gastos com os ensinos infantil, fundamental, médio, técnico e até superior (graduação e pós-graduação). No entanto, o limite de dedução é de R$ 3.561,50. Se houver dependente, esse valor se aplica a cada um deles.

De acordo com a Receita Federal, as deduções com despesas médicas não possuem limite. Dessa forma, todo o valor gasto deve ser informado na declaração pois o cálculo será em cima do montante. É possível incluir pagamentos com médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, hospitais, exames laboratoriais, serviços radiológicos, aparelhos ortopédicos e próteses ortopédicas e dentárias.

As doações feitas a fundos municipais, estaduais e federais também podem deduzir em até 6% o imposto devido.

Por fim, para quem possui previdência privada, a Receita só permite um tipo de plano para dedução. É o caso do Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL). Com ele é possível reduzir a base de cálculo do imposto de renda em até 12%.