Pular para o conteúdo principal

Produção em queda: 7 de 15 locais pesquisdos pelo IBGE registram perdas na indústria em agosto

Imagem
Arquivo de Imagem
queda economia

A produção industrial caiu em sete de 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de julho para agosto. Como resultado geral, a produção nacional amargou queda de 0,7%.

Pernambuco contribuiu com a maior influência no resultado de agosto e também a maior queda. O local foi pressionado pelo desempenho negativo do setor de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e higiene pessoal. “Trata-se de uma indústria bastante característica do estado, e por isso, bastante influente”, informou o IBGE.

LEIA TAMBÉM:
- IPCA: Inflação é a maior para setembro desde 1994 e bate 10,25% em 12 meses
- Ministério da Economia amanhece com pichação contra Paulo Guedes

A segunda influência negativa no resultado nacional veio de Minas Gerais, onde o setor de veículos automotores e o setor de alimentos pressionaram para a indústria mineira marcar a terceira taxa negativa seguida, com perda acumulada de 4,6%.

Espírito Santo, Região Nordeste, Mato Grosso e Rio Grande do Sul registraram quedas mais intensas do que a média nacional. Goiás (-0,3%) completa o conjunto de locais com resultados negativos no mês.

Pelo lado das altas, destaque para Amazonas e Pará, que apontaram os maiores crescimentos – em termos de influência, as posições se trocam: Pará em primeiro, Amazonas em segundo.