Reconta Aí Atualiza Aí Privatizar o lucro e socializar o prejuízo, resume Takemoto sobre venda de estatais

Privatizar o lucro e socializar o prejuízo, resume Takemoto sobre venda de estatais

Já foram abertas 105 milhões de contas poupança sociais digitais, número confirmado no relatório do terceiro trimestre da Caixa Econômica Federal. Essa modalidade de conta foi criada para o pagamento do auxílio emergencial, mas uma lei sancionada ao final de outubro ampliou o seu uso.

Dessa forma, brasileiros poderão receber por meio da conta digital todos os benefícios sociais do governo, como Bolsa Família e saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

No entanto, o fato da poupança social digital se tornar permanente acabou repercutindo como mais uma iniciativa do Governo Federal para alavancar as privatizações, como a da Caixa, por exemplo.

Paulo Guedes – da pasta da Economia, assim como Pedro Guimarães – presidente da Caixa, já demonstraram intenção de fazer um IPO (lançamento inicial de ações) desse banco digital. Ou seja, levar o banco digital da Caixa a negociações da Bolsa de Valores. 

Sérgio Takemoto, presidente da Fenae, vê com preocupação as recentes declarações da dupla Paulo Guedes e Pedro Guimarães; não pela criação do banco digital, mas por sua possível privatização. “Isso significa um grande risco para a sobrevivência da Caixa quando se fala em tirar da carteira esse número impressionante que foi a bancarização realizada em tão pouco tempo”, disse. “Tem que combater a privatização, não a criação do banco digital”, defende.

Combater com tudo o que estiver ao alcance

“Nós vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance, ou seja, procurar parlamentares, movimentos sociais, ver qual a possibilidade de ação especial. Mas, principalmente, precisamos da mobilizaão da sociedade e dos empregados da Caixa para denunciarmos essa privatização que o governo e o presidente da Caixa estão fazendo”

Sérgio Takemoto

Perde quem mais precisa

“Se privatizar a Caixa, dificultará e encarecerá o acesso ao credito, à moradia, aos programas sociais, ou seja, quem vai pagar a conta mais uma vez será a população brasileira e o setor privado ficará com todo o lucro. Precisamos combater todo tipo de privatização principalmente nas áreas estratégicas,  fundamentais  para a  população brasileira”

Sérgio Takemoto

Assim como a Caixa, outras empresas estatais seguem na mira das privatizaçoes, como a Eletrobras. No caso do setor elétrico, o apagão que ocorreu no Amapá demonstrou o equívoco de privatizar empresas que envolvem áreas essenciais e estratégicas do Estado brasileiro. A Eletrobras, por exemplo, é líder em geração e transmissão de energia elétrica no País.

Para Takemoto, o que aconteceu no Amapá mostra o prejuizo ao privativar empresas públicas, principalmente de setores fundamentais para a população brasileira, como é o caso da energia elétrica.

“Fica bem claro qual é o modelo de privatização que pretende esse governo: privatiza o lucro e socializa o prejuízo pois, neste caso, foi o que aconteceu: a empresa simplesmente lavou as mãos”, disse, referindo-se ao fato de que foram os trabalhadores da Eletronorte – outra estatal – chamados para arrumar o estrago no estado do Amapá.

“Vemos vários exemplos no nosso Pais de que a privatização só  trouxe prejuízo para a população,  como  é o caso do abastecimento de água. Não podemos permitir que o  governo privatize essas  áreas  tão importantes  para o  País”

Sérgio Takemto

Além da Caixa e Eletrobras, estão na mira do governo para a privatização os Correios, Banco do Brasil e Petrobras.

Em outubro deste ano, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) liberou, provisoriamente, a venda de refinarias da Petrobras sem o aval do Congresso Nacional.

Na ocasião, o Senado questionou a Corte se a estratégia do governo de – para efetuar a venda – transformar as refinarias, que fazem parte da atividade fim da petrolífera, em subsidiárias — ou seja, braços do negócio principal — para, na prática, vender aos poucos a empresa-mãe.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial