Pular para o conteúdo principal

"Privatizar durante crise é vender a preço de banana", diz Enio Verri sobre MP 995

Imagem
Arquivo de Imagem

Um dos deputados signatários do ofício que pede a devolução sem apreciação da Medida Provisória (MP) 995, que facilita a privatização de setores da Caixa Econômica Federal, Enio Verri (PT-PR) diz que a possibilidade de venda de ativos do Banco Público neste momento é “entregar a preço de banana as riquezas da nação brasileira”.

“Primeiro, é irracional privatizar, principalmente em um país como o nosso, que precisa tanto do Estado e das estatais. Segundo, privatizar em um momento como este é entregar a preço de banana as riquezas da nação brasileira”, afirmou ao Reconta Aí.

Verri explica que em períodos de instabilidade econômica, quando o preço dos ativos de empresas – públicas e privadas – cai, é o que torna ainda mais prejudicial esse tipo de iniciativa.

“Em tempo de crise, o valor dos ativos cai muito. É óbvio que privatizar a Caixa neste momento é direcionar vantagens para algum grupo econômico”, complementa.