Pular para o conteúdo principal

Presidência da Caixa sinaliza retomada de descapitalização do Banco Público

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

A presidência da Caixa Econômica Federal manifestou a intenção de retomar o processo de descapitalização do Banco Público. Durante coletiva nesta quinta-feira (18) sobre os resultados da instituição no quatro trimestre de 2020, Pedro Guimarães afirmou que pretende devolver os chamados Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD).

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Os IHCD funcionam como um empréstimo realizado sem prazo de pagamento que reforça o capital de instituições financeiras.

O instrumento, operado pelo Tesouro Nacional, tem sido usado para aumentar a capacidade de empréstimos de Bancos Públicos fornecendo segurança financeira.

Além disso, Guimarães afirmou que medidas que diminuem o caráter público da Caixa, através da entrada de capital privado, são condições para a devolução dos IHCD.

“Tendo IPO [oferta inicial de ações] da Caixa Seguridade, a venda de ações ordinárias do Banco Pan que a Caixa detém, [A devolução de IHCD] é parte de nossa estratégia desde 2019. Não fizemos em 2020 por conta da pandemia”, disse.

A estratégia citada por Guimarães é criticada por entidades que vêem na medida uma forma de retração e diminuição da capacidade de ação do Banco. Um dos casos é a Federação Nacional das Associações de Pessoal da Caixa (Fenae), que reiteradamente tem repudiado essa opção.

Leia também:
BB: André Brandão renuncia ao cargo de presidente