Pular para o conteúdo principal

Por que Bolsonaro subiu nas pesquisas eleitorais? Entenda

Imagem
Arquivo de Imagem
Bolsonaro Moro e Lula

Ao fazer uma análise sobre a ascensão de Bolsonaro nas pesquisas de intenção de voto, Alberto Carlos Almeida, cientista político, sociólogo, professor da Universidade Federal Fluminense e executivo da consultoria Brasilis conclui: "Bolsonaro subiu porque a avaliação do seu governo melhorou". Segundo Almeida, a saída de Sergio Moro da disputa eleitoral à presidência da República não teve o impacto alardeado pela mídia para o aumento das intenções de voto nas pesquisas eleitorais.

Crédito: Consultoria Brasilis - Alberto Carlos Almeida

Para chegar a essa conclusão, o especialista vem analisando pesquisas eleitorais divulgadas por diversos institutos - e registradas no Superior Tribunal Eleitoral - desde o ano passado. A partir disso, Almeida infere que a desistência do pré-candidato Sergio Moro durante o momento em que a avaliação do governo Bolsonaro aumenta, levou esses votos para o candidato do governo. Contudo, o especialista pondera que caso a desistência do mesmo candidato tivesse se dado durante a piora da avaliação do governo, a intenção de votos benefiiaria a oposição.

Crédito: Conultoria Brasilis - Alberto Carlos Almeida

Sendo assim, o especialista reforça que a principal variável para compreender o cenário eleitoral e projetar o resultado da disputa entre Bolsonaro e Lula não é quem entra ou sai do jogo, mas como a população avalia o governo atual. "No mitológico mundo das citações, Arquimedes teria dito “dê-me uma alavanca e um ponto de apoio e levantarei o mundo”. Parafraseando-o, “dê-me a avaliação de um governo e entenderei para onde vão os votos”. Eis um indicador que ajuda bastante a entender o processo eleitoral", explicou Almeida.