Pular para o conteúdo principal

Petroleiros fazem protesto contra venda de refinaria no Ceará

Imagem
Arquivo de Imagem
Petrobras

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) convocou para esta sexta-feira (27) seus sindicatos e os petroleiros para participarem do ato em defesa da Refinaria Lubrificantes e Derivados do Nordeste (Lubnor), localizada no Ceará. O ato central acontece frente à refinaria e outros ocorrem em diversas bases do Sistema Petrobras no Brasil.

A FUP também informou que vai contestar judicialmente a decisão anunciada nesta quarta-feira (25), pela gestão da Petrobras, de venda da Lubnor, e suas estruturas portuárias, no Ceará, à empresa Grepar Participações Ltda por US$ 34 milhões.

Leia também:
- Rita Serrano: "A população entende o papel e a importância da manutenção da Petrobras pública"
- 40 Dias: Governo troca presidência da Petrobras

Venda lesiva

Segundo a FUP, um estudo do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep) revela que o preço negociado pela Petrobras para à Grepar Participações Ltda representa, pelo menos, 55% do seu valor em comparação com os cálculos estimados.

De acordo com os parâmetros utilizados, a refinaria localizada no Ceará está avaliada com um valor mínimo, pelas projeções cambiais mais elevadas deste ano, de US$ 62 milhões, quando o valor negociado pela estatal com o potencial comprador foi de US$ 34 milhões.

“Mais uma iniciativa da gestão da Petrobrás de venda de ativos, a preço aviltado, sem debate com a sociedade brasileira. Um desmonte de patrimônio público anunciado em meio a mais uma troca no comando da companhia em apenas 40 dias. Uma decisão equivocada, com possíveis efeitos perversos para a economia e o emprego nordestinos”, criticou o coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar.

Com informações da FUP