Pular para o conteúdo principal

Petrobras tem lucro líquido de R$ 44,5 bilhões no primeiro trimestre

Imagem
Arquivo de Imagem
Petrobras

A Petrobras atingiu lucro líquido no primeiro trimestre deste ano de R$ 44,5 bilhões. O número faz parte do Relatório de Desempenho Financeiro do 1º Trimestre de 2022, divulgado nesta quinta-feira (5). Com o resultado, a estatal atingiu o novo recorde para o período - equivalente a 3.718,4% maior do que apurado no mesmo período do ano passado, quando a estatal reportou ganhos de R$ 1,167.

Os números também confirmaram estimativas de Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), que projetavam lucro de R$ 42,6 bilhões. Os cálculos da entidade já apontavam para um aumento de 3.237% na comparação com os três primeiros meses do ano passado, com a Petrobras registrou lucro líquido de R$ 1,3 bilhão.

No trimestre anterior, o lucro líquido havia sido de R$ 31,5 bilhões, o que representou um crescimento de 41,4%.

Os recordes anunciados pela estatal são fruto, de acordo com o Instituto, da elevação dos preços praticados nas vendas realizadas pela estatal. Com a política de paridade com preços internacionais - mais precisamente, com os preços da importação - mesmo com o volume de vendas crescendo apenas 2%, os lucros cresceram exponencialmente.

Já em seu comunicado oficial, a estatal destacou que o lucro líquido foi reflexo, principalmente, da melhor eficiência operacional, maior produção e exportação de petróleo, menores custos com importação de Gás Natural Liquefeito (GNL), ganhos cambiais devido à valorização do real frente ao dólar e os preços do petróleo no período.

“A Petrobras apresentou resultados positivos no primeiro trimestre de 2022 graças à sua estratégia de maior eficiência, redução de custos e foco em negócios mais rentáveis, como a produção de petróleo e gás natural no pré-sal. Cerca de 80% dos ganhos do período foram provenientes das atividades de Exploração e Produção (E&P) e 20% decorrem de ganhos provenientes dos demais segmentos, como refino”, informou a estatal.

A geração de caixa operacional no primeiro trimestre de 2022 medida pelo EBITDA [Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, na sigla em inglês] ajustado recorrente foi de R$ 78,2 bilhões e o fluxo de caixa livre foi de R$ 40,5 bilhões. Estes indicadores estão em linha com a média do resultado dos pares da indústria de petróleo e gás natural.

A Petrobras destacou que, no primeiro trimestre, foram recolhidos quase R$ 70 bilhões em impostos, royalties e participações governamentais para União, estados e municípios. 

O relatório completo pode ser acessado na página da estatal na internet.

Com informações da Agência Brasil