Pular para o conteúdo principal

Percentual de famílias endividadas supera 74% em outubro

Imagem
Arquivo de Imagem
endividademento

O percentual de famílias endividadas atingiu 74,6% no mês de outubro de 2021. É o 11º mês seguido em que há registro de alta. Os dados foram levantados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), conduzida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O levantamento mostra uma alta de 0,6 ponto percentual em relação a setembro, uma taxa de aceleração menor do que as registradas em meses anteriores, quando o aumento mês a mês registrava uma média de 1,6 pontos de elevação. Para a CNC, a elevação dos juros conteve a alta do endividamento.

LEIA TAMBÉM:
- A seguridade social brasileira e o cochilo dos ricaços
- Ataque ao aplicativo do iFood traz preocupações em relação às eleições em 2022, diz especialista em tecnologia

Em comparação com outubro de 2020, a elevação é de 8,1 pontos, o que torna esta alta a segunda maior na comparação anual.

O percentual de famílias com dívidas vencidas subiu para 25,6%, equivalente a 0,1 ponto acima do verificado no mês anterior e 0,5 ponto abaixo de outubro do ano passado. O número de famílias que declarou não ter condições de realizar os pagamentos caiu de 10,3% para 10,1% na comparação mensal. Na comparação anual, houve uma redução de 1,8 ponto percentual.

A CNC considerou ainda "impressionante" não ter havido altas maias acentuadas ao se levar em conta o cenário econômico, o que demonstraria que as famílias têm tido "esforços em manter os compromissos em dia".