Pular para o conteúdo principal

Para além da bandeira vermelha 2: São Paulo terá reajuste de 11,4% na conta de luz

Imagem
Arquivo de Imagem
Conta de Luz

Distribuidora de energia elétrica de São Paulo, Enel, fará reajuste da tarifa em até 11,4% para residências, comércios e indústrias a partir de domingo (4)

A Enel Distribuição São Paulo anunciou aumento nas contas de energia elétrica de São Paulo. O reajuste da tarifa entrará em vigor a partir do próximo domingo (4) para cerca de 7,4 milhões de unidades consumidoras.

O reajuste será diferente para as famílias - consumidores residenciais; comércios - consumidor de baixa tensão, e das indústrias - consumidoras de alta tensão. O reajuste será de 11,4% para as residências; já os consumidores de baixa tensão terão aumento de 11,38% e os consumidores de alta tensão, de 3,67%.

A medida - aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 29 de junho - vai em direção ao que a Associação de Engenheiros Técnicos do Sistema Eletrobras (Aesel) havia projetado. Em entrevista ao Reconta Aí, o engenheiro e diretor da Aesel, Íkaro Chaves, afirmou que as distribuidoras de energia elétrica farão reajustes de 7 a 10% nas tarifas.

Segundo a Aneel, o reajuste foi necessário por conta do aumento de encargos do setor, compra de energia mais cara e o aumento do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) sobre parte dos custos da empresa, entre outros fatores.