Debate Aí


Algumas Notas Sobre o [Novo] Auxílio Emergencial

A discussão sobre a teoria e a prática, a necessidade e as possibilidades do auxílio, vem apresentando aspectos reveladores.

BBB: sobre elitismo intelectual e hegemonia cultural. O Big Fone pode tocar para você também

Num país cujo governo corrói seus cidadãos, talvez entender o BBB ajude a compreender vizinhos, parentes e amigos. Gramsci faria isso.

Governo e oposição: desrazões e tiros no pé

As vozes da oposição que pedem o fim deste governo e vacinas disponíveis, mas pretendem manter a política econômica neoliberal, não irão contribuir para um desfecho minimamente razoável desse drama.

“Responsabilidade com a governança”, diz diretora da Anapar sobre o papel do conselheiro eleito

Há um movimento que tenta impedir que os conselheiros eleitos levem as informações aos participantes e assistidos, uma lei da mordaça, diz Cláudia Ricaldoni

Autonomia do Banco Central: “Não há urgência”, critica economista Sérgio Mendonça

Sérgio Mendonça descreve os riscos de longo prazo caso a autonomia do Banco Central seja aprovada pelo Congresso.

Artigo: A Lava Jato acabou?

O grupo de trabalho da Força Tarefa da Lava Jato do Paraná foi dissolvido no início deste mês. Foram sete anos de trabalho que carregaram a marca midiática de combate à corrupção.

Investimentos em áreas sociais com recursos do FGTS caem mais de 30% e governo ainda estuda novas retiradas do Fundo

Pressionada pela pandemia, desemprego e término do auxílio emergencial, equipe econômica estuda liberar saque de mais R$ 12 bilhões do Fundo.

O cínico “Basta!”: o impeachment e a hora dos juízes penitentes

Pesquisas mostram que o presidente está “derretendo”. Juízes que decidiram pelo veredito da miséria brasileira são os mesmos que, sem corar, tentam organizar uma saída honrosa.

É o emprego, “estúpido”!

Sérgio Mendonça escreve sobre a “absoluta necessidade” de gerar emprego e enfrentar o desemprego em um ambiente de profunda incerteza, no meio da pandemia da Covid-19.

Dores, euforias, oxigênio e vacinas

As dores de Manaus provocaram uma comoção que todos os absurdos destes tempos de pandemia não conseguiram alcançar. “Paciência com o presidente sofreu sérios abalos”, escreve Falavigna.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial