Atualiza Aí


Auxílio Emergencial: Centrais Sindicais lançam campanha pela manutenção de R$ 600

Por conta da MP 1000/2020, que cortou o auxílio emergencial pela metade, onze entidades sindicais lançaram uma campanha pela manutenção do valor em R$ 600,00 até o mês de dezembro.

Reforma Administrativa: Verdades e mentiras sobre a proposta de Bolsonaro

Contra os ataques do governo ao serviço e aos servidores públicos do Brasil, o Reconta Aí explica, em vídeo, a reforma administrativa proposta pelo governo Bolsonaro.

FGV: Uma em cada quatro empresas de serviços estuda demissões

Levantamento que aponta intenção de demissões no setor foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas.

IBGE: Desemprego bate recorde e atinge 13,5 milhões de trabalhadores

O desemprego bateu recorde com 13,7 milhões de pessoas na quarta semana de agosto.

Podcast Ep57 – Por que o arroz está tão caro?

Arroz, feijão, óleo e outros alimentos da cesta básica aumentaram muito de preço nos últimos meses. Mas será que a culpa é da pandemia?

“Governo brasileiro tem visão tosca sobre Meio Ambiente”

À beira de sofrer um inquérito internacional por violações ao Meio Ambiente, governo brasileiro é criticado de dentro do Itamaraty.

Auxílio emergencial: Dataprev e Cidadania vão reanalisar 67,2 milhões de cadastros aprovados anteriormente

Primeira parcela do auxílio emergencial residual será paga no mês seguinte ao recebimento da quinta parcela de R$ 600. Calendário ainda não foi definido!

Reforma Administrativa é ‘uberização’ do serviço público, diz consultor político

Para Vladimir Nepomuceno. tal precarização levaria ao fortalecimento do “coronelismo” e do “patrimonionalismo” dentro do Estado.

Em greve e combatendo privatização, trabalhadores dos Correios realizam ato nacional

Na pauta da paralisação dos Correios, a retirada de direitos proposta pela direção da empresa e o combate à privatização.

MST: Veja onde você pode comprar arroz e outros alimentos dos pequenos produtores

MST conta com lojas Armazém do Campo em várias cidades brasileiras. Também é possível comprar cestas de alimentos direto dos assentamentos. Saiba se os produtos agroecológicos da reforma agrária estão à venda na sua região!