Pular para o conteúdo principal

"Não há nada mais importante do que defender a democracia e as eleições", afirma presidente da CUT

Imagem
Arquivo de Imagem
centrais sindicais

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) apoiará todas as iniciativas e manifestos em defesa da democracia e do sistema eleitoral. Sérgio Nobre, presidente da CUT, afirmou que os questionamentos de Jair Bolsonaro à lisura do processo eleitoral formam um cenário de ameaça à democracia.

“A CUT vai apoiar todas as iniciativas, manifestos, ações feitas em defesa da democracia, do sistema eleitoral, das urnas eletrônicas, independentemente de onde se originaram”, declarou o dirigente sindical. Isso porque, segundo Nobre, “a democracia é um valor fundamental e, somente na democracia, o povo e a classe trabalhadora conseguem preservar e avançar nos direitos, nos acordos coletivos, nas luta por empregos”.

Leia também:
- Caixa: Um mês sem Pedro Guimarães
- Eleições 2022: Lula mantém mesmo percentual em novo Datafolha

A democracia é atacada 24 horas por dia

Nobre afirma que Bolsonaro ataca a democracia 24 horas por dia, da mesma forma que seus aliados. "Toda vez que a CUT for chamada a defender o sistema democrático brasileiro, seja por estudantes, movimento social, empresários, estaremos lá com nosso apoio”, declarou.

A defesa da democracia não é uma novidade para a central sindical. A CUT teve um papel importante na campanha Diretas Já, quando grande parte da sociedade se uniu em defesa do sistema de governo democrático durante a ditadura-civil militar.

Nobre ainda relembrou que apoia a Carta aos Brasileios e Brasileiras em Defesa do Estado Democrático de Direito, elaborada pela Faculdade de Direito da USP, e recomenda aos trabalhadores e trabalhadoras que conheçam o documento e o assinem.