Pular para o conteúdo principal

Mercado espera queda de 5,31% do PIB em 2020 e sobe projeção para a inflação: 1,78%

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Na mesma semana em que foi anunciada a queda histórica do Produto Interno Bruto (PIB) referente ao segundo trimestre do ano, os agentes do mercado financeiro pioraram suas expectativas para a economia em 2020.

A pesquisa Focus divulgada nesta terça-feira (8) pelo Banco Central mostra que os economistas projetam agora queda de 5,31% no PIB brasileiro este ano. O levantamento anterior apontava retração de 5,28%. A estimativa de crescimento para o ano que vem foi mantida em 3,50% pela 15ª semana consecutiva.

Leia também:
=> PIB por pessoa em 2021 deve ser 10% menor que o de 2014, estima Sérgio Mendonça

O boletim Focus é divulgado toda segunda-feira mas por conta do feriado de 7 de setembro, foi disponibilizado hoje.

As expectativas do mercado para os principais indicadores econômicos do país mostram que os economistas também estão pessimistas quanto à inflação deste ano. Para eles, a projeção para o aumento dos preços em 2020 ficou em 1,78%. Na pesquisa anterior, era 1,77%.

Para 2021, a projeção para a inflação, medida pelo indicador do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) deve terminar em 3%, sem alteração em relação às pesquisas anteriores.

Nesta edição, o mercado também manteve a expectativa para o dólar ao final deste ano, em R$ 5,25. Para o pŕoximo, ficou em R$ 5,00.

Os economistas também apostam na Selic – a taxa básica de juros da economia – em 2% ao ano, mantendo a mesma aposta do boletim anterior pela décima semana seguida. Para 2021, os economistas também apostam no mesmo percentual da pesquisa anterior, de 3%.