Pular para o conteúdo principal

Material Escolar: "Consegui economizar R$ 1.500 com a lista deste ano"

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Veja algumas dicas que o Reconta Aí separou para os pais economizarem com a lista de material escolar

Comprar a lista de material escolar do filho não está sendo uma tarefa fácil para a grande maioria dos pais. Os preços aumentaram bastante de 2019 para cá, causando um rombo no orçamento doméstico. E para completar, os preços podem variar muito de um estabelecimento para outro.

Para fugir dos preços altos, o ideal é pesquisar em várias lojas e sites. E foi exatamente o que fez a moradora de Brasília, Andrea de Lima Rocha Mondadori. Com dois filhos em escola particular, ela viu os preços dispararem e precisou fazer todo o possível para economizar nas compras de material escolar.

material escolarFoto: Andrea e seus filhos / Arquivo pessoal

“O que mais pesou no orçamento foram os livros didáticos. A lista do meu filho mais velho pedia a edição mais recente de todos os livros, mas mesmo as edições antigas estavam super caras. A média de preço estava entre R$ 150 e R$ 190”, explica.

Muitos pais estão buscando outras alternativas para economizar ainda mais. Comprar livros e uniformes usados, que ainda estão em ótimo estado de conservação, é uma delas. “Participo de alguns grupos de mães no Whatsapp e fazemos muitas trocas por lá. Também organizamos feiras de trocas de livros nos finais de semana aqui em Brasília”, conta Andrea.

Segundo ela, sua economia com a lista do filho mais velho foi de R$ 1.500. Andrea explica que com o filho mais novo a economia foi pequena, pois não tinham livros didáticos na lista. “Só precisei comprar materiais de uso coletivo e individual, mas mesmo assim pesquisei e economizei um pouco”, acrescenta.

Como economizar com o material escolar

O Reconta Aí separou algumas dicas para você economizar com a lista de material escolar e não deixar o seu orçamento sofrer tanto. Anota aí:

  • Pesquise preços

Ligue em livrarias, papelarias e sebos para saber os preços dos itens da sua lista. Na internet, os sites comparadores de preços facilitam muito as buscas, pois eles mostram o preço mais baixo do mesmo produto e disponibilizam gráficos do histórico de preços dos materiais.

  • Compre materiais de segunda mão

Combine trocas ou doações com pais de alunos de anos anteriores. Assim você consegue materiais de segunda mão em ótimo estado de conservação e por preços justos.

  • Compre com antecedência

Com a aproximação da volta às aulas, as papelarias, livrarias e lojas online costumam subir os preços do material escolar. Por isso, comprar com antecedência é a melhor solução para garantir que materiais de menor valor ainda estejam em estoque.

  • Reúna pais e compre no atacado

Muitas lojas oferecem descontos para a compra de muitos itens iguais. Unindo-se a vários pais é possível comprar no atacado, aproveitando os menores preços.