Pular para o conteúdo principal

Mais uma vez: TSE restaura direção do Pros favorável a Lula

Imagem
Arquivo de Imagem
lula2

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Ricardo Lewandowski atendeu a um pedido liminar de Eurípedes Júnior, presidente afastado do Pros, fazendo este voltar a ocupar o cargo máximo da direção nacional da legenda. A decisão ocorre nesta sexta-feira (5) e é a última, por enquanto, em uma série de reviravoltas envolvendo a agremiação.

Antes da decisão desta sexta-feira, Marcus Holanda estava como presidente do Pros.

Leia também:
- Eleições 2022: Janones confirma apoio a Lula no primeiro turno
- Eleições 2022: Com nova decisão judicial, Pros recua de apoio a Lula

O ministro da Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antonio Carlos Ferreira havia revogado na noite de quarta-feira (3) a decisão que o vice-presidente do STJ, Jorge Mussi, havia tomado no último domingo (31) e que devolvia a presidência da legenda a Eurípedes Júnior.

Lewandowski, na prática, derrubou a decisão de Ferreira e se alinhou a Mussi. Juridicamente, o ministro do STF argumentou que o procedimento que originalmente derrubou Eurípedes e levou Holanda à presidência do Pros apresentou inconsistências, principalmente por ter sido parcialmente conduzido de forma judicial no Tribunal de Justiça do Distrito Federal. O ministro do STF argumentou que a questão deveria ter sido tratada na Justiça Eleitoral.

Repercussões

Holanda defende candidatura própria do Pros no primeiro turno, no caso, de Pablo Marçal (Pros). Já Eurípedes sustenta a necessidade de apoio a Luiz Inácio Lula da Silva desde o primeiro turno, o que chegou a ser anunciado após a primeira decisão do STJ devolver a presidência do partido a ele.

Há, agora, expectativa sobre a possibilidade da direção restaurada do Pros convocar uma convenção eleitoral para esta sexta-feira (5), último dia para que as legendas realizem esse tipo de encontro.

Apesar dos prazos para convocação de convenção, em outros casos da história eleitoral brasileira já ocorreram convocações de emergência como a que pode ocorrer.