Pular para o conteúdo principal

Lula na Unicamp: "O que mais quero é que tenha a maioria de mulheres no Congresso Nacional"

Imagem
Arquivo de Imagem
Lula

"A gente vai governar esse país diferentemente deles. Nós temos que ter coragem de assumir as coisas que precisam ser feitas. É a única razão pela qual eu serei candidato", afirmou nesta quinta-feira o ex-presidente e pré-candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Para uma plateia que lotou o Anfiteatro de Arena da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Lula finalizou seu discuso apontando para a necessidade de eleger parlamentares comprometidos com as mudanças que o próximo presidente desejar fazer. E avisou: "Quando eu for candidato, farei uma lista com os candidatos a deputado de cada estado. Os candidatos de Lula".

Sem um Congresso progressista, o pré-candidato disse que o presidente poderá fazer poucas mudanças de que o País precisa. "Esse País precisa de amor, de carinho, precisa um presidente que distribua livros, que financie o pequeno e médio empresário, que possa ajudar a pequena e média agricultura porque eles produzem 70% dos alimentos que a gente come", disse.

Lula se despediu do evento afirmando que pela primeira vez a esquerda tem chances de ganhar as eleições não só em nível nacional, mas também nos estados. Lula ainda afirmou: "O que mais quero é que tenha a maioria de mulheres no Congresso Nacional", concluindo: "É a nossa oportunidade histórica de mudar o Brasil".