Pular para o conteúdo principal

IPC-Fipe: Custo de vida das famílias paulistanas ganha força

Imagem
Arquivo de Imagem
Cuso de vida Fipe

O custo de vida na cidade de São Paulo está maior. De acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a inflação no município subiu 0,59% na segunda quadrissemana de janeiro deste ano. Em dezembro de 2021, o índice fechou em 0,57%.

Entre todos os grupos pesquisados, o único que apresentou desaceleração foi o da Saúde, cuja variação passou de 0,08% para -0,05%. Já os outros grupos pesquisados - Habitação, Alimentação, Transportes, Despesas Pessoais, Vestuário e Educação - tiveram alta, colaborando para o aumento do custo de vida na cidade de São Paulo, conforme mostra a tabela divulgada pela Fipe.

Custo de vida sobe em São Paulo na segunda quadrissemana de janeiro.

Dentre os produtos pesquisados, apresentaram as maiores altas: vagem (35,05%); pepino (27,81%); gás natural veicular (17,28%); cebola (17,165) e abacaxi (13,35). Já entre os produtos que registaram as maiores quedas de preço estão viagens (-9,62); maracujá (-6,985); futebol (-6,02%) e etanol (-5,46%).

O que é quadrissemana?

A quadrissemana abrange um período total de oito semanas. As variações de preços são obtidas dividindo-se os preços médios das quatro semanas de referência pelas quatro semanas anteriores, que são chamadas de semana base.

LEIA TAMBÉM:
- "O Brasil só vai crescer se o Estado quiser que ele cresça", afirma Lula
- Correios registram aumento de 40% no volume de encomendas e decidem congelar preços