Pular para o conteúdo principal

Imposto de Renda: 3 milhões de pessoas deverão devolver o auxílio emergencial, diz Receita

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Os brasileiros que receberam auxílio emergencial e rendimentos tributáveis superiores a R$ 22.847,76 deverão preencher a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física de 2021. Quem recebeu acima desse teto, será obrigado a devolver o auxílio emergencial.

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Ou seja, só irá devolver o auxílio emergencial a pessoa que recebeu outros rendimentos acima do teto de R$ 22.847,76. Quem recebeu somente o auxílio e outros rendimento abaixo desse teto não precisa preencher a declaração e nem devolver dinheiro.

Durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (24), a Receita Federal destacou que cerca de 3 milhões de pessoas devem ter recebido o auxílio emergencial e ultrapassaram o valor do teto do imposto de renda estabelecido pelo Órgão. No entanto, esse número pode ser ainda maior.

Mas o valor a ser devolvido será calculado na hora da entrega da declaração. Após o preenchimento das informações, o sistema irá informar se o cidadão ultrapassou o teto. Assim, o valor que deve ser devolvido será calculado automaticamente.

O pagamento da devolução será feito por meio do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), gerado pelo programa da Receita. O boleto pode ser pago em qualquer instituição bancária.

imposto de renda

A Receita ressaltou ainda que todas as informações referentes ao imposto de renda para as pessoas que receberam o auxílio emergencial estarão publicadas no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (25).

Leia também:
IRPF 2021: Quem precisa entregar a declaração?

Vale ressaltar que os demais brasileiros que tiveram rendimentos tributáveis em 2020 acima de R$ 28.559,70 precisam entregar a declaração de imposto de renda em 2021.

Além disso, existem outras situações em que é necessário o preenchimento da declaração. Veja aqui!