Reconta Aí Atualiza Aí Imposto de Renda 2021: Como declarar investimentos feitos fora do Brasil?

Imposto de Renda 2021: Como declarar investimentos feitos fora do Brasil?

imposto de renda

Comprou algum imóvel fora do Brasil? Faz investimentos no mercado com agências do exterior? Pois saiba que qualquer tipo de investimento fora do País precisa ser inserido na declaração de Imposto de Renda Pessoa Física.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

A forma de declarar os investimentos feitos no exterior segue o mesmo padrão dos investimentos feitos no Brasil. Todos devem ser inseridos na parte de “Bens e Direitos” da declaração.

Em cada investimento inserido é preciso colocar no campo “Localização” qual o país de origem. Por exemplo, se o contribuinte possui uma casa em Miami, é preciso inserir todos os dados do imóvel e colocar na localização que ele fica em Miami.

No caso dos imóveis, deve ser informado o valor pago na compra. A esse valor se acrescenta o que for gasto com reformas, caso tenha sido feita alguma. Vale lembrar que é preciso ter guardado todas notas fiscais referentes à reforma por no mínimo cinco anos.

Já quem realiza aplicações financeiras no exterior, a declaração será do valor investido. Neste caso, o câmbio usado para a conversão do valor será o do dia do investimento.

Imposto de renda de rendimentos

Para quem recebe alguma renda do exterior, como aluguel de imóvel, por exemplo, o cálculo do imposto de renda é feito pelo programa Carnê-Leão. Já os rendimentos de aplicações financeiras e venda de ativos devem ter o imposto de renda calculado pelo programa Ganhos de Capital (GCAP).

Leia também:
Prazo para entrega da declaração é prorrogado para 31 de maio
Veja como baixar o programa do IRPF 2021

Remessas de dinheiro ao exterior

Quem envia dinheiro para contas no exterior também precisa informar à Receita Federal. O valor a ser declarado deve estar em reais e a conversão deve ser feita de acordo com o câmbio da data de cada remessa.

Caso haja algum ganho devido a variação cambial, esse rendimento é considerado isento de tributação e deve ser inserido na parte “Rendimentos isentos e não tributáveis” da declaração.

No site do Banco Central há uma ferramenta que permite ao usuário verificar as cotações PTAX de compra e venda das moedas em cada data.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial