Reconta Aí Atualiza Aí IBGE libera mais de 204 mil vagas temporárias de trabalho para o Censo 2021

IBGE libera mais de 204 mil vagas temporárias de trabalho para o Censo 2021

Vagas para o Censo 2021

O IBGE publicou nesta quinta-feira (18) dois editais que somam 204.307 vagas de trabalho para o Censo demográfico 2021 em todo o Brasil.

(Foto: Simone Mello/Agência IBGE Notícias)

O Censo é a contagem de todas as pessoas do Brasil. Ele ocorre de dez em dez anos e é uma ferramenta importantíssima para que o Brasil conheça a sua realidade.

Assim, decenalmente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) contrata pessoas para aplicar os questionários de casa em casa em todos os municípios. E em 2021, chegou a hora de renovar o Censo.

De acordo com informações publicadas no site do IBGE, serão oferecidas 181.898 vagas para recenseador, 16.959 para agente censitário superior e 5.450 para agente censitário municipal.

Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Os postos de trabalho são temporários, com contratos de duração prevista de três meses para os recenseadores. Já para agente censitário superior e agente censitário municipal, os contratos terão duração de 5 meses, podendo ser renovados. Além disso, as vagas estarão disponíveis para 5.297 municípios brasileiros.

Para conhecer os quadros de distribuição dos postos, é necessário que o candidato ou candidata consulte o site do Cebraspe, empresa que organizará o processo seletivo.

Exigências e salários para as vagas

Para a função de recenseador, os candidatos e candidatas precisam ter o ensino fundamental completo. Já para as funções de agente censitário municipal e agente censitário superior, será exigido o ensino médio completo.

Juntamente com a exigência, os salários variam. Os agentes censitários municipais receberão R$ 2,100 e os agentes censitários superiores terão salários de R$ 1.700, sendo que as vagas exigem o cumprimento de 40h semanais de trabalho. Além disso, as duas funções terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais,

Já recenseadores e recenseadoras serão remunerados por produtividade. Ou seja, pelo número de casas visitadas e questionários aplicados. O IBGE sugere que os recenseadores trabalhem pelo menos 25 horas semanais. No mesmo sentido, o instituto busca recenseadores em todos os lugares dos municípios, favelas, vilas e vilarejos e também aldeias indígenas e quilombos.

Para saber mais basta clicar aqui e ir para o site do IBGE.

Leia também

IBGE: Atlas do Espaço Rural mostra desigualdade racial no acesso à terra
Brasil, o país da concentração fundiária

.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial