Pular para o conteúdo principal

IBGE: Inscrições para concurso do Censo 2022 terminam na sexta-feira (21)

Imagem
Arquivo de Imagem
censo

Quem tiver interesse em participar do processo seletivo do Censo Demográfico 2022 tem até a próxima sexta-feira (21) para fazer a inscrição. As oportunidades estão distribuídas em quase todos os municípios do País e as inscrições podem ser feitas online, no site da FGV.

São 183.021 vagas de nível fundamental para recenseadores distribuídas em 5.297 municípios, além de 18.420 vagas de agente censitário supervisor e 5.450 de agente censitário municipal, ambas de nível médio.

A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50, e de R$ 60,50 para agente censitário. As provas serão aplicadas no dia 10 de abril.

Os candidatos podem concorrer aos dois processos seletivos, já que as provas dos recenseadores serão realizadas no turno da manhã e a dos agentes censitários na parte da tarde.

Nas grandes cidades, o candidato pode escolher, no momento da inscrição, a área de trabalho onde vai atuar.

Em quatro estados - Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul - foram destinadas 1.063 vagas para recenseador em 76 áreas de trabalho correlacionadas a aglomerados subnormais.

Conhecidos como favelas, palafitas, invasões e mocambos, os aglomerados subnormais são formas de ocupação irregular de terrenos públicos ou privados, sem padrão urbanístico definido, com carência de serviços públicos essenciais e localizados em áreas com restrições à ocupação.

A distribuição de vagas e área de trabalho para aglomerados do recenseador pode ser acessada aqui.

LEIA TAMBÉM:
- Servidores federais querem reposição salarial de três anos
- Eleições 2022: Quantos deputados cada estado vai eleger?

Salário

Como os recenseadores são remunerados por produtividade, o IBGE preparou um simulador online, que calcula quanto o profissional vai receber de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados.

A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais. A previsão é que os aprovados trabalhem por até três meses na coleta domiciliar.

Já a remuneração do agente censitário supervisor (ACS) e agente censitário municipal (ACM) é de R$ 1.700 e R$ 2.100, respectivamente. O ACM gerencia o trabalho do posto de coleta, enquanto o ACS, subordinado ao ACM, tem como principal função orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

Segundo o IBGE, as vagas de agente censitário terão inscrição única, ao candidato com melhor classificação será oferecida a vaga de ACM. Os demais terão direito às vagas de ACS, de acordo com a ordem de classificação.