Pular para o conteúdo principal

Golpistas se dividem entre pelo menos dois endereços em Brasília

Imagem
Arquivo de Imagem
Pacífico

Além da presença de centenas de manifestantes golpistas na frente do Quartel General do Setor Militar Urbano há mais de um mês, agora Brasília tem que conviver com manifestantes antidemocráticos em outros endereços.

Os militantes de extrema-direita se espalharam pela cidade e estão atuando em pelo menos dois outros endereços: na frente do Hotel Meliá, onde o presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva (PT) está hospedado, e na frente do Palácio da Alvorada, residência oficial da presidência da República.

Os golpistas se dirigiram ao Palácio da Alvorada na madrugada desta segunda-feira (12) e foram muito bem recepcionados por Bolsonaro e família. Michele Bolsonaro inclusive mandou "lanchinhos" para eles, como mostram vídeos publicados em redes sociais.

Porém, mesmo com os transtornos causados por poucos e barulhentos manifestantes, o protesto contra a diplomação de Lula, ao que parece, será um fracasso. O ato oficial está previsto para ocorrer hoje às 14h e até agora, o número de golpistas é pequeno, conforme mostra o jornalista Gustavo Noblat.