Pular para o conteúdo principal

Gasolina sobe 46% no último ano; 10 estados registram aumentos ainda maiores

Imagem
Arquivo de Imagem
gasolina

O preço da gasolina no Brasil subiu em média 46% entre os meses de outubro de 2020 e outubro de 2021. Os dados foram obtidos pela Fiquem Sabendo junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Preços do combustível na capital do Rio Grande do Norte, Natal.
Crédito: Laíza Félix

Traduzindo para o cotidiano, os preços médios de revenda nos postos de combustíveis passaram de R$ 4,358 no ano pasado, para R$ 6,341 por litro este ano. O levantamento mostra que dez estados do País registraram aumentos do preço da gasolina comum acima da média nacional.

  • Bahia, com 57% de aumento;
  • Piauí, com 56%;
  • Espírito Santo e Amazonas com 55%;
  • Rio Grande do Sul com 50%;
  • Rio Grande do Norte, Paraná e Amapá com 49%;
  • Minas Gerais e Distrito Federal com 47%.

O preço da gasolina impacta a vida de moradores dos estados que registraram os maiores aumentos

As moradoras do Distrito Federal, Gessica Fernanda Daniel Santos e Ana Paula Amaral, contam que o preço da gasolina tem mudado a rotina de ambas. Questionada, Ana Paula afirmou que tem gastado pelo menos três vezes o valor do que gastava antes com combustível: "Algo em torno de R$ 1.600 com o retorno, agora, ao trabalho presencial. Se eu tivesse qualquer outra alternativa, venderia o meu carro". No mesmo sentido, Gessica relatou uma mudança em relação ao cotidiano: "O aumento do preço afetou principalmente a quantidade de vezes que eu saía de carro".

Sem alternativas por causa da qualidade do transporte público nas regiões administrativas de Brasília, Ana Paula explica as mudanças que têm implementado no seu dia a dia: "Antes, fazia várias viagens ao dia para resolver problemas, agora faço o mínimo possível. Isso tem atrapalhado muito a minha vida", afirmou completando que essa é a única forma de seguir mantendo seu automóvel.

O preço do combustível tem prolongado o confinamento das duas moradoras do Distrito Federal em casa. "Não tenho mais saído nos finais de semana, mesmo tendo me programado para retomar algumas atividades depois de completar o ciclo da vacinação contra a covid", contou Ana Paula. "Me vejo novamente confinada em casa, agora por outro motivo. Mas é isso, é economizar ou não ter dinheiro para abastecer e ir trabalhar durante a semana", disse a jornalista.

Quanto a gasolina aumentou na sua cidade?

O levantamento dos preços é realizado semanalmente pela ANP em postos de combustível de todo o País. Além da média nacional da revenda dos combustíveis, a agência ainda faz pesquisas por regiões, estados e municípios. Dessa forma, é possível pesquisar o aumento do preço da gasolina comum em todas as cidades por meio do site da ANP. Para tanto, basta seguir os passos do roteiro elaborado pela Fiquem Sabendo:

  1. Acesse o site da ANP: https://www.gov.br/anp/pt-br
  2. No menu ao lado esquerdo da tela, busque por Assuntos > Preços e Defesa da Concorrência
  3. Na página sobre “Preços e Defesa da Concorrência”, clique em ‘Preços’. Uma aba vai abrir com a instrução “Clique Aqui” 
  4. Busque por “Preços de Revenda e de Distribuição de Combustíveis” 
  5. No final da página “Preços de Revenda e de Distribuição de Combustíveis”, é possível encontrar o texto “Série histórica do levantamento de preços”.  Clique para acessar todo o conteúdo 

LEIA TAMBÉM:
- CNH Social: Veja em quais estados é possível tirar a carteira de motorista sem pagar nada
- Baixa renda: Lei que cria vale-gás é sancionada