Pular para o conteúdo principal

Fórum Social Mundial debate o papel dos Bancos Públicos no combate à desigualdade

Imagem
Arquivo de Imagem
forum social mundial

O papel dos Bancos Públicos no combate à desigualdade social será tema de um painel no Fórum Social Mundial nesta quinta-feira (5), a partir das 10h. O debate poderá ser acompanhando de forma remota. Para se inscrever,  basta clicar aqui.

A coordenadora do Comitê em Defesa das Empresas Públicas e representante dos empregados no Conselho Administrativo da Caixa, Rita Serrano, também participa do evento: “A pandemia mostrou, mais uma vez, a importância das empresas públicas na proteção social e desenvolvimento do Estado".

Além de Rita Serrano, o painel no penúltimo dia do Fórum Social Mundial - que neste ano ocorre no México - contrará com a participação de Eliana Brasil e Rafael Zanon (Contraf/CUT) e de Fernando Amorim Teixeira (Dieese).

O combate à desigualdade social passa pelos Bancos Públicos

"A Caixa é um exemplo de gestão pública, realizou o pagamento de benefícios sociais a milhões de brasileiros desamparados pela crise social, política e sanitária que abateu o país, em tempo recorde", ressalta Rita Serrano.

Além do pagamento de benefícios sociais, a Caixa - e outros Bancos Públicos como o Banco do Brasil, BNDES, BASA, BRB e Banco do Nordeste - também são historicamente responsáveis por projetar e implementar políticas públicas de fomento à geração de renda, por diversas frentes.

Pronaf, Crediamigo, BEm, Bolsa Família, entre outros programas sociais responsáveis por grandes avanços sociais no Brasil têm a cara, e o trabalho dos empregados dos bancos públicos.