Pular para o conteúdo principal

Estagflação começa a aparecer nos noticiários. Saiba o que é

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O termo estagflação começa a aparecer em noticiários e nas projeções de analistas econômicos. Mas afinal, o que ele significa?

De acordo com o economista Marcio Pochmann, o Brasil pode estar entrando em um cenário econômico perigoso: a estagflação.

Com a inflação de 6,1% acumulada em 12 meses e o PIB negativo previsto no 1° trim/21, Bolsonaro crava nos ombros da classe trabalhadora, a estagflação. Altíssimo desemprego e 70% das negociações salariais realizadas em fev/21 com reajuste inferior ao índice do custo de vida.

— Marcio Pochmann (@MarcioPochmann) April 11, 2021

Contudo, esse termo do “economiquês” não é um conceito muito comum para a maior parte da população. Maria de Fátima Miranda – Conselheira do Conselho Federal de Economia (Cofecon) – explica que a estagflação é a junção de dois cenários negativos em um mesmo período econômico: estagnação econômica e o aumento da inflação.

Estagflação é um período da economia em que o País enfrenta uma recessão, aumento da taxa de desemprego e, de forma simultânea, uma condição inflacionária, aumento contínuo de preços.

Maria de Fátima Miranda – Conselheira do Conselho Federal de Economia

As consequências desse cenário, ressalta a economista, recaem pesadamente sobre as parcelas mais vulneráveis da população, inclusive para os trabalhadores.

O impacto na vida do trabalhador, imediatamente, é a perda do poder aquisitivo devido a alta dos preços; num segundo momento, se a situação persistir, a perda do emprego.

Maria de Fátima Miranda – Conselheira do Conselho Federal de Economia

Divergências sobre a estagflação

Ao contrário do economista Marcio Pochmann, Maria de Fátima Miranda não acredita que o País esteja em em um período de estagflação. A economista projeta que o Brasil pode não chegar a vivê-lo: “Pode-se evitar esse problema com a retomada da economia, o que é possível, na segunda metade do ano, graças a imunização contra a Covid 19”, aponta.