Pular para o conteúdo principal

Está valendo! Viajantes precisam apresentar comprovante de vacinação para entrar no Brasil

Imagem
Arquivo de Imagem
comprovante de vacinação

Bolsonaro sempre falou abertamente ser conta a exigência de comprovante de vacinação - e contra várias medidas que envolvem salvar vidas durante a pandemia. Mas não teve jeito, ele perdeu mais essa batalha. O Governo Federal já está exigindo teste negativo para Covid-19 e comprovante de vacinação de todos os viajantes que estão vindo para o Brasil.

A medida é valida para passageiros que chegam pelos aeroportos e também para os que estão vindo para o Brasil usando transporte terrestre. No caso das viagens rodoviárias, a documentação deve ser apresentada nos pontos de controle terrestre.

De acordo com a Portaria Interministerial nº 663, publicada nesta segunda-feira (20), são aceitos comprovantes com vacinas aprovadas no Brasil, no país onde a pessoa foi imunizada ou das marcas autorizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Atenção! A última dose da vacina tem de ter sido aplicada pelo menos 14 dias antes da viagem.

O comprovante de teste negativo para a Covid-19 pode ser apresentado de duas formas:
- um exame de antígeno realizado nas 24 horas anteriores ao embarque ou
- um PCR feito até 72 horas antes da viagem

As crianças menores de 12 anos que estão viajando acompanhadas não precisam apresentar o teste negativo. No entanto, as com idades entre 2 e 12 anos que viajarem desacompanhadas deverão realizar o teste como requisito para a viagem.

A Portaria prevê algumas exceções para a apresentação do certificado de vacinação. Uma delas é para pessoas que possuem alguma condição de saúde que contraindica a vacinação. Também não precisam apresentar o comprovante as pessoas com idades cuja vacinação ainda não foi recomendada.

LEIA TAMBÉM:
- Salário Mínimo: Relator do Orçamento propõe R$1.210 para 2022
- Passageiros com viagem marcada pela Itapemirim perdem a viagem e a esperança de reembolso

Brasileiros e estrangeiros que moram no Brasil

Tanto os brasileiros e estrangeiros que moram no Brasil e ainda não estão completamente vacinados, quando as pessoas que estão entre as exceções para a apresentação do cartão de vacinação, irão precisar fazer uma quarentena de 14 dias ao desembarcar na cidade de destino.

Elas também precisam preencher um documento com informações denominado declaração de saúde do viajante. As informações das pessoas em quarentena serão encaminhadas aos centros de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS).