Reconta Aí Atualiza Aí Em pronunciamento, Bolsonaro fala sobre Brasil inexistente

Em pronunciamento, Bolsonaro fala sobre Brasil inexistente

Em pronunciamento feito em rede nacional hoje (2), Bolsonaro falou de um País com vacinas e empregos, bem distante da realidade nacional.

O presidente Jair Bolsonaro utilizou um pronunciamento em rede nacional na noite desta quarta-feira (2) para fazer propaganda de seu governo. Sua fala durou em torno de cinco minutos. Já no início, Bolsonaro mais uma vez retomou a falácia de que o Brasi é o quarto País que mais vacina sua população no mundo. Informação que não encontra respaldo na realidade, já que o presidente se refere ao número absoluto de vacinas e não na porcentagem da população imunizada.

Notadamente hoje, o Brasil contabiliza 467.702 óbitos e 16.717.687 casos de coronavírus. Foram 2.390 mortos registrados em 24 horas.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin 

Contudo, essa não foi a única autopromoção baseada em inverdades. O presidente da República reafirmou que sob sua gestão a Caixa teve recordes de lucro. Na verdade, um estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) a pedido de bancários da Caixa contesta esta informação.

O lucro contabilizado pela Caixa nos dois primeiros anos do atual governo é resultado não só da venda de ativos como também da redução do papel social da Caixa. 

Em valores atualizados, a Caixa contabilizou um lucro líquido acumulado de R$ 39,7 bilhões durante o governo Lula (2003 a 2010); de R$ 51 bilhões no governo Dilma (2011 a 2016) e de R$ 25,4 bilhões no governo Temer (2017 e 2018).

Igualmente, o presidente apresentou dados do Novo Caged – cuja metodologia vem sendo contestada por especialistas – para falar sobre a geração de empregos. Porém, não citou a taxa recorde de desemprego (14,7%) anunciada pelo  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na semana passada, que chega a 14,8 milhões de cidadãos.

Pronunciamento torturou a realidade

Além das afirmações que não encontram eco na realidade, Bolsonaro também falou sobre medidas de austeridade e privatizações. Entre elas, a nova lei do gás, o marco do saneamento básico e o marco fiscal – medidas que, ao contrário do propagado, não têm sido benéficas aos trabalhadores.

Por último e não menos indignante, Bolsonaro se gabou de não ter governado em prol do isolamento social – medida imprescindível no combate à pandemia. Tal fala nesta data tornou-se ainda mais cruel frente aos 467 mil mortos pela pandemia de Covid-19.

Panelaço como reação

Em todo o país ocorreram panelaços. Pelas janelas, a população mostrou sua indignação contra o governo e sua insatisfação com a realidade do Brasil.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial