Pular para o conteúdo principal

Economistas já apostam em inflação acima de 10% em 2021

Imagem
Arquivo de Imagem
inflação

Os agentes do mercado financeiro consultados pelo Boletim Focus, publicação do Banco Central que sistematiza projeções econômicas, apostam agora que a inflação oficial do País passará de 10% em 2021.

De acordo com a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (22), a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2021 subiu de 9,77% para 10,12%. Trata-se da trigésima terceira semana seguida de alta nas projeções.

LEIA TAMBÉM:
- Mercado de Trabalho: desigualdade entre negros e não negros se aprofunda durante a pandemia
- PNAD: Programas de transferência de renda ganharam importância frente ao desemprego em 2020

Caso a projeção se confirme, a inflação de 2021 irá estourar o teto da meta inflacionária. O centro da meta de inflação é de 3,75%. O teto e o piso são 5,25% e 2,25%, respectivamente. Os marcos da meta inflacionária são definidos pelo próprio Governo Federal, tendo como objetivo garantir alguma previsibilidade para os agentes econômicos no País.

Com esta previsão, o mercado financeiro também espera crescimento menor da economia em 2021. A projeção de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) passou de 4,88% para 4,80%.

Em relação à taxa básica de juros, os analistas do mercado financeiro mantiveram em 9,25% ao ano a previsão para a Selic no fim de 2021. 

A projeção para o dólar ao final de 2021 também permaneceu em R$ 5,50, a mesma da pesquisa anterior.