Reconta Aí Atualiza Aí Dieese divulga estudo sobre papel das estatais para retomada econômica

Dieese divulga estudo sobre papel das estatais para retomada econômica

estatais

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou um estudo sobre as possibilidades apresentadas pelas empresas estatais brasileiras de colaborarem para a retomada da economia.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Na nota técnica “Uma visão panorâmica das empresas estatais federais e possibilidades de atuação no pós-pandemia”, lançada em 24 de março, o departamento defende que o Brasil está em uma posição relativamente vantajosa no tema, pela presença de estatais em setores chave da economia.

“Em diversos países, Estados nacionais vêm lançando pacotes bilionários de
incentivo e apoio ao setor privado, e as estatais brasileiras podem – e devem – participar deste processo”, inicia o documento. De outro lado, a nota técnica aponta não só que este potencial está sendo desperdiçado, como corre risco de reversão por conta de iniciativas privatizantes.

“No entanto, a despeito da enorme vantagem comparativa do Brasil, não há por parte do Governo Federal proposta alguma de projeto semelhante aos que estão sendo propostos pelos países desenvolvidos”, aponta.

Impacto das estatais

Em termos de investimentos, o estudo cita pesquisa do Fundo Monetário Internacional: “Em 2017, a participação privada no investimento em infraestrutura nas economias emergentes e de renda baixa foi de somente 17%, enquanto a participação das empresas estatais e dos governos foi de, respectivamente, 55% e 28%”.

Outra questão importante é a oferta de crédito, principalmente se levando em conta que a maior parte dos empregos se encontra em pequenas e médias empresas e a concentração bancária em poucas instituições privadas.

“No atual quadro de crise, se tornará ainda mais importante conceber
propostas de crédito para apoiar a retomada econômica. A CEF, o BB, o BNDES e outros bancos públicos regionais podem dar contribuição relevante nesse processo, por conta da experiência acumulada e de sua capilaridade no território nacional”, defende.

Acesse aqui o estudo.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial