Pular para o conteúdo principal

Cuidado com o golpe da Nota Fiscal Eletrônica que circula por e-mail

Imagem
Arquivo de Imagem
Golpe

Mais um golpe está circulando por e-mail. Dessa vez, criminosos se passam por uma Prefeitura Municipal que está enviando uma Nota Fiscal Eletrônica referente a uma compra feita pela internet. Para completar, os golpistas colocam dois links para o cidadão clicar e ser direcionado para um site criado somente para roubar dados.

LEIA TAMBÉM:
- Atenção! Golpistas estão roubando o dinheiro do FGTS dos trabalhadores
- Cuidado com o golpe do "mandado de intimação" que circula por e-mail
Cuidado! Golpe do nome negativado no Serasa circula por e-mail

Reconta Aí foi atrás das informações para explicar passo a passo os motivos do e-mail ser um golpe. Primeiro, a Prefeitura Municipal informada não é identificada. Ou seja, não é possível saber qual prefeitura emitiu a suposta nota fiscal.

O e-mail informa qual é o número do pedido e a data e horário em que ele foi feito. No entanto, não identifica de qual empresa é a suposta nota fiscal, deixando o cidadão em dúvida. Por fim, os criminosos colocam dois links que supostamente seriam para fazer o download da nota fiscal.

Ao colocar o cursor do mouse em cima dos link, é possível ver na parte inferior o número do IP (número identificador dado ao computador que enviou a mensagem). Nos dois links o IP é o mesmo. Veja a figura abaixo:

Ao pesquisar o número do IP em um localizador específico, detectamos que o computador que enviou o e-mail encontra-se em Canton, cidade do estado da Geórgia, nos Estados Unidos. Mais uma prova de que é um golpe, pois um e-mail enviado em português, por uma prefeitura municipal, dever se de computadores que estão no Brasil.

Na pesquisa do IP é possível identificar o provedor GoDaddy. Essa plataforma permite que pessoas criem sites de forma rápida e fácil. Inclusive, essa plataforma funciona no Brasil. Usando plataformas como essas, golpistas criam páginas na internet que vão roubar os seus dados.

É o caso do e-mail da Nota Fiscal Eletrônica. Os criminosos criaram um site e colocaram o link no e-mail para o cidadão clicar.

Como não cair nesses golpes

Esse tipo de golpe onde o hacker usa um link de um site falso é conhecido como técnica Phising. Os assuntos usados como isca são variados e um velho conhecido das pessoas é o comprovante de transferência enviado por e-mail.

Para o advogado Rafael Faben, especialista em Direito Digital e Proteção de Dados Pessoais, é fundamental que as pessoas tomem algumas precauções para evitar ao máximo cair em golpes virtuais.

O primeiro passo é desconfiar e não clicar em qualquer link enviado em nome de órgão governamentais. “Antes de clicar, pesquise no Google se aquela informação é realmente verdadeira ou não”, explica Faben.

De acordo com o advogado, o ideal é seguir somente as orientações repassadas pelo site ou aplicativo dos departamentos de Justiça. E, caso ainda tenha dúvidas sobre a veracidade do e-mail, busque informações direto com seu advogado.

Atenção! Sempre desconfie de promessas fáceis.