Pular para o conteúdo principal

CPI da Covid: Pazuello se contradiz sobre autorização de órgãos para compra de vacinas

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, caiu em contradição durante seu depoimento nesta quarta-feira (19) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Questionado sobre a demora do governo brasileiro em adquirir vacinas, Pazuello afirmou que o Tribunal de Contas da União (TCU) havia emitido um parecer contrário à aquisição prévia de vacinas.

Ao ser lembrado por senadores de que não havia tal parecer do órgão, o militar afirmou ter se confundido e que havia pareceres negativos da Controladoria Geral da União (CGU) e da Advocacia Geral da União (CGU).

O senador Eduardo Braga (MDB-AM), entretanto, leu na sessão da CPI dois pareceres dos dois órgãos - CGU e AGU - que apontavam caminhos para a aquisição de imunizantes.

Leia também:
- CPI da Covid: Pazuello afirma que Osmar Terra levou tese da imunidade de rebanho ao governo
- CPI da Covid: Pazuello afirma ter defendido distanciamento social, mesmo tendo atacado medidas no passado