Pular para o conteúdo principal

CPI da Covid: Hang se contradiz durante depoimento

Imagem
Arquivo de Imagem
CPI Covid 4

O empresário bolsonarista Luciano Hang mentiu à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid no Senado durante seu depoimento nesta quarta-feira (29), ao ser questionado por qual razão omitiu o fato de que sua mãe, morta por infecção do novo coronavírus, foi medicada com o chamado "tratamento precoce".

Antes de responder a esta questão, Hang tentou rebater a acusação de que teria pressionado seus funcionários a votar em Bolsonaro. "Nunca aconteceu", disse o depoente. A pressão do empresário sobre seus funcionários, a quem chama de "colaboradores", entretanto, foi registrado em vídeo.

LEIA TAMBÉM:
- CPI da Covid: Hang passa comercial da Havan em seu depoimento
- Prevent Senior criou receita padrão para covid e tinha relação com Ministério da Economia, diz advogada

Renan Calheiros perguntou a razão de Hang ter mentindo "sobre a morte da própria mãe para não prejudicar a estratégia do presidente da República".

O empresário sustentou que sua fala gravada em vídeo - em que relata arrependimento por não ter oferecido o chamado tratamento precoce à mãe - dizia respeito ao uso de medicamentos antes da infecção: "Tratamento preventivo é uma coisa, tratamento inicial é outra", disse.