Pular para o conteúdo principal

CPI da Covid: "Governo Federal deu tratamento diferente", diz Dimas Covas em relação à Coronavac

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

O diretor do Instituto Butantan Dimas Covas reforçou em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado - que ocorre nesta quinta-feira (27) - que a Coronavac recebeu tratamento diferenciado por parte do Governo Federal em relação ao imunizante da Fiocruz.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

O senador Marcos Rogério (DEM-RO), visto como parte da tropa de choque do governo na Comissão, tentou contestar o relato de Dimas Covas em relação ao coronograma de ofertas do Butantan ao Governo Federal.

Para Marcos Rogério, o governo não poderia ter contratado o Butantan antes da aprovação da Anvisa. Dimas Covas, entretanto, respondeu prontamente.

"Houve tratamento diferente", afirmou Covas, lembrando que o imunizante da Fiocruz foi contratado antes da aprovação da Anvisa, em um período em que a viabilidade dos dois imunizantes era igual.

Dimas Covas ainda colocou que, ao longo de 2020, o Governo Federal investiu na vacina da Fiocruz, mas na da Butantan não.

Veja também:
- CPI da Covid: “Cada declaração no Brasil repercute na China”, defende Dimas Covas
- CPI da Covid: “Brasil poderia ter sido o primeiro a começar vacinação”, afirma Dimas Covas