Pular para o conteúdo principal

CPI da Covid: Foco em custos e não no bem-estar é cultura da empresa, diz ex-médico da Prevent

Imagem
Arquivo de Imagem
CPI Covid 4

Walter Correa de Souza Neto, ex-médico da operadora Prevent Senior, afirmou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado que o "modelo baseado em custos" da empresa é uma questão "crônica" e não se iniciou durante a pandemia.

O depoente afirmou que a Prevent se estrutura em um "modelo basicamente voltado para os custos, e, muitas vezes, não para o bem-estar do paciente".

LEIA TAMBÉM:
- CPI da Covid: "Política criminosa", diz paciente da Prevent Senior
- CPI da Covid ouve ex-médico e cliente da Prevent Senior hoje (7)

"Claro que a Prevent faz atendimento e há pacientes satisfeitos e profissionais que trabalham duro. Mas existe um pequeno número de médicos envolvidos com a direção que têm uma cultura. Não é exclusividade da pandemia, é a cultura da empresa", sustentou Souza.

Questionado sobre sua posição em relação ao chamado "tratamento precoce", o médico afirmou se basear em evidências. Durante um tempo, chegou a prescrever hidroxicloroquina na rede da Prevent por conta de pressões superiores.

"Não há nenhuma evidência. Pelo contrário, os estudos indicam que essas drogas não funcionam [para tratamento de covid. Eu acabei me recusando a prescrever o kit-covid, e fui repreendido por isso", disse.

Questionado pelo relator da Comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), se as declarações do presidente - como a de que haveria 100% de chance de cura com o tratamento precoce - teriam estimulado pacientes a pedir o "kit-covid", Souza afirmou que o caso da Prevent era único.

"[Esse tipo de declaração] pode induzir as pessoas ao erro. Acreditando que há um tratamento precoce ou inicial eficaz, podem deixar de tomar outras medidas", declarou. "No início da pandemia [muitos pacientes pediam o kit em outros hospitais]. Na Prevent isso [pacientes exigirem medicamentos sem eficácia] não acontecia por que a orientação era dar o kit para todo mundo", explicou o médico.