Pular para o conteúdo principal

Covid-19: Lockdown não piorou desempenho econômico de municípios, revela estudo

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

De acordo com estudo realizado pela Unicamp e Universidade do Texas, o lockdown não prejudicou a economia de municípios de São Paulo em relação aos que não adotaram a medida.

Segundo um estudo realizado pela Unicamp e a Universidade do Texas (EUA), cidades do estado de São Paulo que fizeram lockdown tiveram desempenho econômico parecido com as que não fizeram.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

O estudo também concluiu que a eficiência das medidas de isolamento social é maior quando há uma política regional, e não realizada apenas pelos municípios.

“Houve uma queda geral na arrecadação de impostos, mas não foi o fato de um município ter ficado mais isolado que outro que fez com que tivesse desempenho econômico pior”, relata Alexandre Gori Maia, coordenador do projeto e professor do Instituto de economia da Unicamp.

Pesquisadores, recorte e metodologia

A pesquisa foi realizada pelos pesquisadores Alexandre Gori Maia (Unicamp), Letícia Marteleto (Universidade do Texas), Cristina Guimarães (FIPE/USP) e Luiz Gustavo Fernandes Sereno (Unicamp). O financiamento ficou por conta do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Ministério da Saúde.

Eles estudaram 104 municípios do estado de São Paulo que juntos, concentravam 91% dos casos de Covid-19 entre os meses de março e junho de 2020.

Para tanto, os pesquisadores levaram em conta indicadores econômicos e dados sobre o índice de isolamento social. Os dados econômicos utilizados foram Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e os dados de empregos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Já para auferir o índice de isolamento, foram empregados os dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE).

Conclusões sobre o lockdown

O estudo mostra que a estratégia de lockdown tem efeitos positivos na queda do contágio por Covid-19.  “Os indicadores mostram que, quanto maior o isolamento, menor o número de casos e de mortes”, alerta o professor Alexandre Gori Maia.

Entretanto, a realização ou não de medidas severas de restrição de circulação não mostra impactos na economia. Essa é uma notícia positiva, pois prova que a estratégia capaz de diminuir o contágio não afeta negativamente a economia, como se pensava.

Em síntese, a pesquisa demonstra que a pandemia trouxe importantes perdas econômicas em nível municipal. Porém, a realização de estratégias de isolamento além de preservar vidas, não foi o principal impacto nesse prejuízo.

Confira o artigo científico publicado no periódico Plos One na íntegra.

Com informações de Liana Coll para o Instituto de Economia da Unicamp.

Leia também
O Reconta Aí tem canal no Telegram. Siga lá!