Pular para o conteúdo principal

Covid-19: Após 120 dias de greve, professores são vacinados em SP

Imagem
Arquivo de Imagem
Imagem do site Recontaai.com.br

Após uma greve que durou 120 dias pelo direito à vida, professores do município de São Paulo são vacinados nos postos de saúde da capital.

Depois de 120 dias de greve com manifestações públicas, carreatas e atos em frente à prefeitura do município de São Paulo, finalmente os trabalhadores da educação começaram a ser vacinados.

Faça parte do nosso canal Telegram.
Siga a página do Reconta Aí no Instagram.
Siga a página do Reconta Aí no Facebook.
Adicione o WhatsApp do Reconta Aí para receber nossas informações.
Siga a página do Reconta Aí no Linkedin

Anteriormente, apenas profissionais da área com mais de 47 anos tinham conseguido prioridade na imunização do estado. Contudo, sem imunizar professores mais jovens e os trabalhadores do setor, todos seguiam em risco. E ainda seguem, já que a vacinação era apenas uma das reivindicações da greve pela vida.

Na pauta dos professores também estavam reformas que garantissem ventilação adequada, distribuição de máscaras pff2 e políticas de testagem e rastreio do vírus.

Contudo, o Sindsep alerta que "relatos indicam novos surtos de Covid-19 em escolas, subnotificação e ausência de testagem massiva de Covid-19 em profissionais e estudantes".

Vacina filha da luta: 120 dias de mobilização das professoras e professores

Mobilizadas ainda com a suspensão da greve no dia 8, professoras não se intimidaram e foram aos postos com cartazes. A indignação contra o governo Bolsonaro fez parte da maioria dos cartezes. Mas foi possivel ler também defesas da educação pública, do SUS e contra a Reforma Administrativa.

Além disso, as profissionais também ressaltaram a imunização como conquista do movimento grevista.

Fora Bolsonaro esteve presente em cartazes de protesto.
Divulgação/Sindsep
Educadoras levaram cartazes protestando contra a escassez de vacinas.
Divulgação/Sindsep
Após 120 dias de greve, trabalhadores e trabalhadoras da educação são vacinados em São Paulo.
Divulgação/Sindsep

Carteira do SUS em uma mão e o desejo de Fora Bolsonaro na outra.
Divulgação/Sindsep
Professores querem que toda a comunidade escolar seja vacinada. E ressaltam os 120 dias de greve.
Divulgação/Sindsep

Leia mais sobre greve no Reconta Aí.