Pular para o conteúdo principal

Correios fazem opção contábil que reduz o lucro nos primeiros meses de 2021. Por que será?

Imagem
Arquivo de Imagem
correios

De janeiro a abril deste ano, o lucro da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) foi de quase R$ 1 bilhão. Ou seria, se na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) uma despesa que poderia ser paga em vários anos - ou seja, diluída no tempo -, não tivesse sido alocada integralmente nos meses de fevereiro e abril de 2021.

Essa despesa é o "Incentivo Financeiro (PDI)", referente ao incentivo financeiro que os empregados da estatal recebem quando aderem ao Plano de Demissão Incentivada. Ou seja, uma despesa que é recebida pelos empregados que se desligam da empresa durante um longo período.

Sem a inclusão dessas despesas nos meses de fevereiro e abril, a própria ECT confirma que o lucro até abril de 2021 seria de mais de R$ 1 bilhão.

O documento foi obtido por uma fonte dos Correios que prefere manter o anonimato. A ECT somente publica a DRE na internet quando há o fechamento anual do balanço [da DRE anual] - e que pode ser conferida diretamente no site da empresa.

Por que a despesa completa foi inserida?

Questionada, a assessoria de imprensa dos Correios informou que "No contexto da desestatização, na condição de objeto dos estudos do Programa de Parcerias de Investimentos/Ministério da Economia, os Correios não comentam esses assuntos". No mesmo sentido, orientou que a reportagem procurasse a Secretaria Especial do PPI e o consórcio contratado.

A Secretaria Especial do PPI remeteu o questionamento novamente aos Correios, que respondeu que "A despesa relativa ao Plano de Desligamento Incentivado – PDI/2021 foi registrada nos meses de fevereiro e abril de 2021, período em que ocorreram os desligamentos. Os desembolsos relativos ao incentivo serão pagos em até 75 meses (1º ciclo), conforme previsão contida no regulamento do plano".

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, "O registro das despesas atende ao que dispõe a norma contábil".

O que é Demonstração do Resultado do Exercício dos Correios?

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um relatório contábil previsto na legislação. Seu objetivo é mostrar se as operações financeiras da empresa estão gerando lucro ou prejuízo, além de quantificar esses valores. Esse documento é importantíssimo nesse momento, quando os Correios estão prestes a ser privatizados.

Ontem (5), a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da privatização dos Correios. Foram 286 votos a favor e 173 contra. A proposta - encaminhada pelo Governo Federal em fevereiro - autoriza que a iniciativa privada explore todos os serviços postais. O texto segue para o Senado.